Portal Pinzón | O seu portal de Pernambuco

Pernambuco - Brasil

Quarta, 20 de Setembro 2017.



Diversão

Teatro

Minha Mãe é uma Peça

O humorista carioca Paulo Gustavo está voltando para o Recife para apresentar mais um espetáculo. Desta vez ele traz o monólogo Minha Mãe é uma Peça. O espetáculo tem arepsentação única, no dia 12 de agosto, às 20h, no Teatro da UFPE (Avenida dos Reitores, Campus Universitário).

Serviço:

Entrada: R$ 70 (inteira) e R$ 35 (meia) e estão à venda na bilheteria do local e nas lojas Esposende.

Informações: 3207-5757


Circo de Moscou

A apresentação ocorre nos dias 2 e 3 de junho no Teatro da UFPE

 

Pela primeira vez em solo brasileiro, o Circo de Moscou no Gelo inicia temporada no país e chega ao Recife nos próximos dias 2 e 3 de junho para apresentação no Teatro da Universidade Federal de Pernambuco. O grupo, que completa 50 anos em 2012, é pioneiro na combinação entre o universo circense, a patinação artística e o balé clássico.

Horário - 2 de junho (sábado), às 16h e 20h; 3 de junho (domingo), às 17h

Teatro da UFPE - Av. dos Reitores, s/n, Cidade Universitária, Recife 

Ingressos - Plateia - R$ 100 (inteira) R$ 50 (meia)/ Balcão ? R$ 80 (inteira) R$ 40 (meia) | Disponíveis nas Lojas Esposende dos Shoppings Recife e Tacaruna, Bilheteria do Teatro e www.ingressorapido.com.br. Estudantes, idosos, professores pagam meia entrada.

Contato - (81) 3271 9186 / (81) 3207 5757

 


Sem Pensar

O espetáculo estreia no teatro Santa Isabel nos dias 11, 12 e 13 de maio

 

Direção: Luiz Villaça, com textos de Anya Reiss 

Elenco: Denise Fraga, Kiko Marques, Julia Novaes, Kauê Telloli, Virgínia Buckowski, Isabel Wolfenson, Verônica Sarno e Paula Ravache

Gênero: Comédia

Delilah é uma menina que, às vésperas de completar 13 anos, está prestes a ter seu primeiro caso de amor com Daniel, um rapaz muito mais velho que aluga um quarto em sua casa. Às voltas com um casamento em crise, seus pais, Vicky e Nick vivem dando um show de cegueira em hilárias discussões e não percebem o que acontece com a filha adolescente. O jovem hóspede também sofre entre o desejo e a moral. A situação piora com a chegada de Carol, namorada de Daniel, criando um impressionante vaudeville dramático e cômico ao mesmo tempo.

Serviço

Horário - 11, 12 e 13 de maio. Horários: às 21h nos dias 11 e 12, e às 20h no dia 13 de maio

Teatro de Santa Isabel - Praça da República, Santo Antônio, Recife 

Ingressos - R$60,00 inteira e R$30,00 meia entrada

Contato - 3355.3323 | 3355.3324

 


Falabella e Danielle Winits chegam ao Recife com Xanadu

 

Sempre que pode, o teatro brasileiro bebe da fonte dos grandes musicais norte-americanos. Desta vez não é diferente. Embora no cinema Xanadu não tenha chegado nem perto de ser um Titanic de sucesso à época de seu lançamento, na década de 1980, 30 anos depois, nos palcos, o espetáculo sobressai aos olhos dos seus espectadores - seja pelo apelo visual, pela estética teatral ou pelo seu elenco. A montagem, que no cinema trouxe como protagonista a atriz inglesa Olivia Newton-John, chega ao Teatro da UFPE, nesta sexta e sábado, às 21h; e no domingo, às 20h, na versão nacional adaptada pelo jornalista Arthur Xexéo, com direção de Miguel Falabella.

Criar um lugar perfeito, onde sonhos serão realizados, uma utopia cujo nome é Xanadu. Esse é o mote do espetáculo, representado no desejo do pintor fracassado Sonny Malone, interpretado por Danilo Timm. Com inspiração na mitologia grega, eis que surgem na Terra os deuses para ajudar o rapaz a realizar o seu sonho. Assim, com auxílio deles, Sonny pode construir sua Xanadu, uma pista de patinação, típica dos anos 1980, onde as pessoas dançam e cantam sobre rodas, como uma espécie de boate.

A montagem traz no elenco a atriz Danielle Winits. Ela abriu mão do estereótipo sensual-tosco que costuma incorporar na televisão para viver Kira, a deusa da dança, que está entre os seres divinos, junto com Danny McGuire, feito por Falabella. "Sempre fiz balé, antes mesmo do teatro, e sempre gostei muito de musicais", diz Danielle, em entrevista ao Jornal do Commercio. "Quando vi Xanadu no cinema, adorei. Além do mais, sempre fui fã do trabalho de Olivia Newton-John. Mas daí a me imaginar fazendo esse papel, era um sonho." Para compor a personagem, a atriz reaprendeu a andar de patins, além de trabalhar o equilíbrio e a concentração para cantar ao mesmo tempo em que patina. "Eu só andava nos patins mais modernos. Foi preciso muita paciência e ensaio."

Depois do fracasso no cinema hollywoodiano, nos anos 1980, o texto ganhou uma versão para o teatro, montada pela Broadway em 2007. O espetáculo recebeu uma repaginada brasileira no início deste ano. Desta vez, com sucesso. O que, segundo alguns críticos, deve-se ao fato da atual valorização do estilo retrô na sociedade e de a trilha sonora da peça trazer clássicas canções sempre recorrentes em boates e festas. 

 

Xanadu é também uma grande exploração de efeitos especiais, com enormes cenários, dezenas de figurinos e acessórios cênicos que dão pompa à montagem. Na peça, mais de 10 artistas atuam sobre patins. Destaque para o trabalho de direção de Miguel Falabella, que traz sua experiência na área para dar luxo ao enredo, que explora os excessos de cores e da cafonice da década de 1980. 

ACIDENTE - Em janeiro, um acidente envolvendo Danielle Winits e o ator Thiago Fragoso espantou o Brasil e suspendeu por alguns dias as apresentações de Xanadu. Durante uma sessão do espetáculo, no Rio de Janeiro, na cena em que os atores voavam suspensos por cabos de aço, uma falha no maquinário fez com que eles caíssem por cima da plateia. Danielle teve corte na boca, e logo saiu do hospital; Thiago, com fratura na costela, ficou 17 dias internado. Por isso, o ator teve de ser substituído no elenco por Daniel Timm. "Na verdade, não me lembro do acidente. Na hora, tive um blecaute, graça a Deus. Mas foi difícil voltar ao palco, por outros motivos. Pela saída de Thiago, e pelo fato em si. Mas voltei, pela equipe, e para honrar com meu compromisso", conta Danielle. 

Desde a reestreia após o acidente, Xanadu não tem mais a cena em que aconteceu o problema. Além da saída de Thiago, o ator e cantor Sidney Magal foi substituído por Falabella.

Mateus Araújo/JC

Servirço:

Ingressos: Plateia R$ 140 e R4 70 (meia). Balcão: R$ 100 e R$ 50 (meia). À venda na Monserraz do Shopping Recife e na bilheteria do teatro


Cordel do amor sem fim

Um Corde que emociona e envolve públicos diversos

Direção: Samuel Santos. Texto de Claudia Barral
Elenco: Agrinez Melo, Eliz Galvão, Naná Sodré, Thomás Aquino
Gênero: Drama
A peça se passa na cidade de Carinhanha, sertão baiano. Na cidade vivem três irmãs - a velha Madalena, a misteriosa Carminha e a jovem sonhadora Tereza, por quem José e apaixonado.

Serviço
Local:Teatro Arraial - Rua da Aurora, Boa Vista, Recife
Horário: Sextas e sábados, às 20h - até 3/12
Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia). Ingressos antecipado na loja Açúcar e Afeto, no Espinheiro
Contato: 8835.6304


Musical "O Barbeiro de Ervilha"

O Teatro de Santa Isabel recebe nos dias 24 e 25 de setembro o musical 'O Barbeiro de Ervilha' (foto), adaptação brasileira  da ópera 'O barbeiro de Sevilha', de Gioacchino Rossini e Cesare Sterbini. Nesta montagem brasileira, as aventuras de Fígaro desenrolam-se no Sertão do Nordeste, onde as personagens ressurgem com as feições dos tipos populares tradicionais da cultura nordestina.


Circo Portugal Internacional

Em torno de duas horas, cerca de 60 atrações se apresentam

Os espetáculos do Circo Portugal Internacional contam com a participação de palhaços, mágicos e acrobatas (foto). Em torno de duas horas, cerca de 60 atrações se apresentam.

Mas a principal é o Globo da Morte, em que seis motociclistas conduzindo seis motos a uma velocidade de 100 km/h são colocados dentro de um espaço com menos de cinco metros. O circo está armado no bairro de Casa Caiada, em Olinda, ao lado do supermercado Hiper Bompreço.

Local:

Terreno ao lado do Hiper Bompreço de Olinda
Horário: De segunda a sexta, às 20h30, e aos sábados e domingos, às 15h, às 17h30 e às 20h30.


Fora do Normal

Elenco: Fábio Porchat
Gênero: Comédia

O humorista Fábio Porchat, que já atuou no Zorra Total e foi roteirista do programa Junto e Misturado, traz seu stand up comedy, Fora do Normal, ao Recife. Porchat é integrante do Comédia em Pé, primeiro grupo de stand up comedy do Brasil. Quem abre a noite, às 20h, é Murilo Gun.


Horário
- Dia 3 de julho, 20h
Teatro da UFPE - Av. dos Reitores, s/n, Cidade Universitária, Recife
Ingressos - R$ 60 e R$ 30 (meia), à venda na bilheteria e Via Sports
Contato - 3207.5757

 


Musical 'A Gaiola das Loucas' no Teatro da UFPE

O musical chega ao Recife para três apresentações

O musical "A Gaiola das Loucas" chega ao Recife para três apresentações. Com versão e co-direção de Miguel Falabella, a comédia é apresentada nos dias 20, 21 e 22 de maio no Teatro da Universidade Federal do Estado de Pernambuco (UFPE). Famosa pelos shows de transformistas, A Gaiola das Loucas, em Saint Tropez, tem como vedete Zazá, que, ao tirar a maquiagem, transforma-se em Albin (Sandro Christopher), com quem Georges (Miguel Falabella), o dono do cabaré, mantém uma relação estável há mais de 20 anos. Eles têm um filho: Lourenço, que nasceu de uma aventura de Georges quando ele era jovem.

Local:

Teatro da UFPE

Horário: 20 de maio (sexta-feira), às 21h;

Data: 21 de maio (sábado), às 21h; e 22 de maio (domingo), às 19h30


1   2   3   4    


Dezembro 2013

BUSCAR NO PORTAL

Marca Guia Pinzón

Encontre aqui serviços e produtos em Pernambuco

© 2000 - 2013. pinzon.com.br | Todos os direitos reservados.

by nuvon | www.nuvon.com.br