Portal Pinzón | O seu portal de Pernambuco

Pernambuco - Brasil

Sábado, 20 de Outubro 2018.



ESPORTES

14/05/2018 11:43:17

Jovem atleta de Petrolina brilha no decatlo

Henrique Pereira, de 16 anos, se inspira no norte-americano Ashton Eaton

Henrique (Centro), foi o melhor atleta do Troféu Norte-Nordeste

Por Emerson Rocha

Neste final de semana será disputado no Centro Interescolar de Educação Física Alberto Santos Dumont, em Recife, o Campeonato Brasileiro sub-18 de atletismo. Entre os mais de 700 atletas inscritos na competição, tem um de Petrolina, no sertão pernambucano, que tem tudo para se destacar. Eleito melhor atleta do Troféu Norte-Nordeste deste ano, Henrique Pereira espera fazer bonito mais uma vez.

O garoto de 16 anos está inscrito para competir no lançamento do dardo, revezamento misto 4x400 m e no decatlo. Foi nesta última categoria que Henrique brilhou no Norte-Nordeste, onde somou 6634 pontos e bateu o recorde da competição. O bom resultado obtido em Natal-RN estimula o atleta petrolinense.

– A expectativa é boa porque conseguir uma marca daquela no Nordeste traz muita expectava para o Brasileiro. Falta pouco para conseguir o recorde (nacional). Isso só aumenta autoestima. Sei que é difícil, mas a expetativa é grande. Se não der, a gente deixa pra próxima – afirma.

A vitória no Norte-Nordeste não foi o primeiro grande resultado de Henrique Pereira no atletismo. No ano passado, o garoto, que é treinado pelo pai Dejaci Pereira da Costa, foi considerado o atleta mais versátil dos Jogos Escolares da Juventude, após levar a medalha de ouro no octatlo.

– Eu espero ir mais longe. Tudo isso por causa dos treinos e esforço. Muto treino duro, muita dedicação para conseguir. Vou tentar ir mais longe que puder – projeta.

Especialidade de Henrique, o decatlo é uma modalidade do atletismo que reúne dez provas. Atleta da Associação Petrolinense de Atletismo (APA), Henrique destaca que para ter sucesso nesta modalidade é preciso estar muito bem treinado.

– O maior segredo é treinar. Se não treinar, não vai. Muitas provas e cada uma tem seus estilo de técnica diferente e, para se adaptar, tem que treinar muito.

Além dos treinos, Henrique se inspira em dois nomes do decatlo. Um deles é bicampeão olímpico e o outro é conterrâneo de Pernambuco.

- Ashton Eaton, dos EUA, inspira muito porque ele quebrou recorde da olimpíada, do mundial, é o melhor de todos. O outro que me inspira é José Fernando, de Pernambuco. Ele é muto bom também. Ele é de uma categoria mais avançada do que a minha, mas gosto do jeito que ele compete no decatlo.

Fonte: Globo Esporte





Comente esta notícia

Indique a um amigo

*Preenchimento obrigatório

Guia Pinzón / Links Patrocinados