Portal Pinzón | O seu portal de Pernambuco

Pernambuco - Brasil

Quinta, 18 de Outubro 2018.



CABO

31/12/2017 17:06:16

Homem é preso por matar a mulher com facadas, na Chaneca

Assassino deixou uma carta e disse que recebeu "ordens de uma entidade"

(FOTO: REPRODUÇÃO/ GOOGLE STREET VIEW)

Bairro da Charneca fica no Cabo de Santo Agostinho

Um homem foi preso pela Polícia Militar, nesta sexta-feira (29), poucas horas depois de matar a companheira no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife. De acordo com a Polícia Civil, Severino Cabral de Araújo Filho, de 41 anos, desferiu dois golpes de faca na cabeça de Verônica Maria da Silva, de 45 anos, enquanto ela estava dormindo, na residência do casal.

Logo depois de assasinar a mulher, Severino, segundo a Polícia Civil, fugiu e deixou uma carta. Nela, ele confessou o crime e revelou ter praticado o homicídio por 'ordens de uma entidade'. O homem disse, ainda, que não conseguia manter relações com a esposa. Eles estavam casados há 12 anos.

De acordo com a delegada Angela Patrícia, titular da Delegacia de Polícia da Mulher do Cabo de Santo Agostinho, equipes foram ao local do assassinato depois de o homem ter confessado o crime e, chegando lá, encontraram um martelo. "Ao ver o instrumento, ele também confessou que utilizou o objeto para matar a esposa", afirma.

O crime ocorreu na localidade conhecida como Charneca. Verônica foi encontrada no sofá da residência. O Instituto de Medicina Legal (IML) informou ter sido acionado por volta das 6h. A prisão de Severino ocorreu no fim da manhã, na casa do pai dele, no mesmo bairro.

A Polícia Civil informou, ainda, que logo após a prisão, Severino seguiu para a Delegacia da Mulher, no município. Ele foi autuado em flagrante por feminicídio e a previsão é de que ele seja encaminhado ao Centro de Observação e Triagem Professor Everaldo Luna (Cotel).

Estatísticas

Entre os meses de janeiro e julho de 2017, o estado registrou 64 casos de feminicídio em Pernambuco, número que representa 1,9% dos homicídios praticados no estado. No mesmo período, foram contabilizados 1.121 casos de estupro nos 184 municípios pernambucanos. Desse total, 197 foram registrados no Recife.

Em novembro de 2017, foram contabilizados seis estupros por dia em Pernambuco, segundo dados da Secretaria de Defesa Social (SDS). Ao longo do ano de 2016, foram 2.196 vítimas desse crime em todo o estado.

Feminicídio

Em setembro deste ano, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), assinou um decreto que substitui a nomenclatura 'crime passional' e institui o termo 'feminicídio' nos boletins de ocorrência que se referem a registros de homicídios contra mulheres no estado.

A partir da mudança, os assassinatos cometidos por companheiros, ex-companheiros e outros indivíduos unicamente pelo caráter de gênero passam a ser classificados como crimes hediondos.

De acordo com a administração estadual, as mulheres vítimas de homicídios motivados por questões de gênero passam, a partir do decreto, a integrar o registro do Sistema de Mortalidade de Interesse Policial (Simip) da SDS. Ainda segundo a medida, os crimes letais que envolvem violência doméstica, familiar ou menosprezo ou discriminação à condição de mulher também serão classificados como feminicídio.

Segundo a SDS, a troca de nomenclatura é uma forma de qualificar a pena dos autores de crimes motivados pela condição de gênero das vítimas. Ainda de acordo com a pasta, o agressor responderá juridicamente a uma causa majorante, podendo cumprir penas maiores.

Fonte: G1PE





Comente esta notícia

Indique a um amigo

*Preenchimento obrigatório

Guia Pinzón / Links Patrocinados