Portal Pinzón | O seu portal de Pernambuco

Pernambuco - Brasil

Segunda, 24 de Abril 2017.



COLUNISTAS

Paiva Netto EscrevePaiva Netto

28/02/2011 07:19:13

Potência paraolímpica

Terceiro lugar no quadro de medalhas no Campeonato Mundial Paraolímpico de Atletismo, realizado em Christchurch, na Nova Zelândia, a seleção brasileira entrou para a galeria das grandes potências esportivas. Na bagagem de volta, 30 medalhas — 12 de ouro, 10 de prata e oito de bronze.
Além de honrar, com puro talento, a bandeira brasileira no exterior, os atletas demonstraram, mais uma vez, força de vontade e superação, fazendo-nos perceber que, apesar das necessidades especiais, é possível vencer tanto no esporte como na vida.

NÃO HÁ SONHO IMPOSSÍVEL
O Portal Boa Vontade (www.boavontade.com) deu ampla cobertura à chegada da delegação vitoriosa ao Brasil: “Algumas das crianças atendidas pela Legião da Boa Vontade (LBV) na capital federal homenagearam, na quarta-feira, 2/2, diversos atletas paraolímpicos brasileiros que regressaram nesta semana do Mundial Paraolímpico de Atletismo. A competição reuniu mais de mil atletas de 70 países e consolidou o Brasil como uma potência paraolímpica. O desembarque, realizado no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, foi tomado pela emoção. Na oportunidade, as crianças da LBV presentearam a delegação com um cartão confeccionado por elas e uma camiseta com o logo da Entidade. A atleta Terezinha Guilhermina contou qual a sensação de voltar para casa com quatro medalhas de ouro na bagagem: ‘É uma coroação especial de todo um trabalho feito em conjunto, o retorno de muito suor, muitas lágrimas, muito treino. Não dá para não lembrar tudo o que vivi para chegar até aqui. Tenho muito a agradecer a Deus por todas essas conquistas’.
“(...) A homenagem, entregue pelas crianças da LBV, também foi ressaltada pela atleta, que deixou uma mensagem especial a elas: ‘Eu me sinto mais jovem no meio delas, e ser exemplo para essas crianças é um desafio maior, até porque a responsabilidade futura é maior ainda. O que posso dizer é que sonhem e estejam dispostas para trabalhar, porque não existe sonho impossível. Sou um exemplo disso’. O medalhista de prata Tito Sena também destacou a importância de representar o Brasil no campeonato: ‘A emoção é muito grande de conquistar essa medalha para o Brasil, sabendo que o povo brasileiro está torcendo por nós. E está aí o resultado da energia positiva que o povo passa. Graças a Deus, deu tudo certo; conquistamos o terceiro lugar [na classificação geral]. Creio que, daqui para frente, a tendência é melhorar ainda mais’. Sobre a homenagem, o medalhista na maratona T46 comentou: ‘Fiquei muito emocionado! Deixo um abraço para cada criança. Para mim, é uma alegria muito grande chegar aqui ao aeroporto e vê-las, é algo muito especial, que motiva a gente’. Alan Fonteles, terceiro lugar na prova dos 100 metros na classe T44, também agradeceu o carinho dos meninos e das meninas atendidos pela Legião da Boa Vontade: ‘Eu agradeço essa iniciativa... é sempre bom a gente ser recebido por essas crianças, que são o futuro da nação, e por acompanhar o nosso trabalho desde pequenas’”.
Parabéns, meninos e meninas. Com a proximidade das Olimpíadas e Paraolimpíadas de Londres, fica nossa expectativa e torcida para o sucesso de nossos atletas.

José de Paiva Netto, jornalista, radialista e escritor.
paivanetto@lbv.org.br – www.boavontade.com

Paiva Netto


© 2000 - 2013. pinzon.com.br | Todos os direitos reservados.

by nuvon | www.nuvon.com.br