Como melhorar as chances de entrar no mercado de trabalho?

0

Pessoas que dedicam a desenvolverem as Soft Skills, ainda na graduação recebem remuneração mais alta e têm mais chances de crescimento de carreira

Em um cenário competitivo, apenas a graduação não é suficiente para brilhar entre tantos colegas de trabalho. Segundo pesquisa realizada pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap), vinculada ao Governo Federal, as pessoas que se dedicam a cursos e profissionalizações recebem remuneração mais alta e têm mais chances de crescerem em suas carreiras. Por isso, a união entre estudo, proatividade e networking é essencial para o autodesenvolvimento e, consequentemente, para alavancar a trajetória dentro da empresa. Muitas pessoas já se perguntaram como ter destaque no mercado de trabalho e expandir as oportunidades de reconhecimento dentro da empresa em que atua. Com organização, paciência e dedicação, se torna possível mostrar todo o potencial e construir uma carreira de sucesso.

Com um sistema de ensino focado na trajetória profissional, a Wyden prepara os alunos para a construção de uma carreira sólida. Winne Cardoso, egressa do curso de biomedicina, foi aprovada na residência multiprofissional do Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, uma das mais concorridas do Brasil.

“É importante que os profissionais não parem de estudar e não diminuam o fluxo de estudos após a formação superior. O mercado de trabalho está cada vez mais aberto para quem tem qualificação para atender as demandas apresentadas. Quando a oportunidade de trabalho surge, é imprescindível que esse candidato esteja apto para atender o que é exigido e não perca uma boa oportunidade, por exemplo” afirma o professor de negócios da Wyden, Ewerton Ribeiro.

Para ela, a especialização agregará como um diferencial para uma carreira profissional diferenciada. “O peso no currículo profissional é um diferencial. A residência é um dos meios de especialização nas áreas da saúde com foco de aprendizado intensivo e voltado para os princípios do Sistema Único de Saúde, como há uma alta concorrência e poucas vagas, a pessoa que possui uma especialização por residência acaba sendo um ponto fora da curva e destaque diante dos outros profissionais da área”, comenta.

Formação continuada

De olho neste cenário, as instituições de ensino do Brasil investem na qualificação e educação continuada dos alunos. Na Wyden, uma das maiores marcas educacionais do Brasil, reconhecida pela alta qualidade de ensino aplicada nos modelos de ensino digitais (EAD), presencial e semipresencial, há diversos projetos voltados para a contribuição de um processo de autoconhecimento e desenvolvimento de estudantes, com foco no desenvolvimento da carreira.

Exemplo disso é o projeto “Foco de Carreira”, evento organizado pelo time de carreiras da Wyden. O projeto visa incentivar o aprendizado dos alunos e de toda a comunidade por meio de lives que abordam a relevância das soft skills na trajetória profissional. Além disso, os participantes aprendem dicas práticas de como exercer essas habilidades e se tornar um profissional preparado para o futuro. Tudo isso com a participação de grandes executivos de referência nacional nos assuntos.

Elaine Campos, gerente Nacional de Carreiras e Desenvolvimento, explica que o propósito da área é aproximar e conectar estudantes com o mundo do trabalho. O Foco na Carreira é só uma das nossas inciativas da área de Carreiras para estudantes universitários. Além dele, realizamos o Jornada do Universitário, o Mês da Carreira, o Papo de Carreira e a Feira Virtual de Estágios e Empregos. “Em todas as nossas iniciativas atuamos por meio do relacionamento com marcas empregadoras e desenvolvimento de carreiras. Assim, ampliamos as condições de trabalhabilidade para os nossos alunos. Atuamos nas frentes de relacionamento com o mercado e desenvolvimento do aluno. Trabalhamos para que a carreira deles decole, criando conexões com as melhores empresas do mercado”, destaca.

O jornalista Magno Wendel, que terminou o curso superior pela Wyden, já iniciou a trajetória no mercado de trabalho. “A educação é fundamental para evoluir enquanto pessoa e também conquistar a realização de sonhos. Ao cursar a faculdade de jornalismo, passei a investir em um plano para ter uma carreira mais sólida, com base nas exigências profissionais do mercado de trabalho, além de ter contato com as ferramentas que me possibilitaram desempenhar a profissão que escolhi para dedicar a minha vida. Assim, consegui também obter mais credibilidade no meu currículo e, consequentemente, ampliar minhas opções em empresas que ofertam vagas na minha área de atuação”, destacou Magno Wendel, egresso da Wyden, jornalista e apresentador da TV Asa Branca, afiliada à Rede Globo.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here