Governador de PE, Paulo Câmara, lamenta morte do Mestre Chocho, ocorrida nesta quinta-feira(22)

0

“Quero externar meu profundo pesar a todos os familiares e amigos desse pernambucano, que tanto enriqueceu a nossa cultura”, disse o governador, em nota.

Lamentando o falecimento nesta quinta-feira(22), aos 96 anos, de Otaviano do Monte, ou porque não dizer, Mestre Chocho, este pernambucano do Cabo de Santo Agostinho, que trazia em seu currículo o título de Patrimônio Vivo de Pernambuco, o Governador de PE, Paulo Câmara, externou através de nota de pesar, os sentimentos pela grande perda para os familiares e amigos, e para a cultura pernambucana.

O artista que estava internado em um dos Hospitais de Campanha de Recife, com Covid-19, teve uma parada cardiorespiratória.

NOTA DE PESAR

A cultura pernambucana perdeu hoje o Mestre Chocho, artista que se dedicou por mais de 70 anos à música, especialmente ao choro. Em 2017, tive o prazer de conceder a ele o título de Patrimônio Vivo de Pernambuco. Sem nunca ter frequentado uma escola de música, Mestre Chocho aprendeu a arte pela curiosidade e dedicação aos instrumentos. Foi um dos precursores do nosso “choro frevado”, e teve grande influência sobre nomes da música pernambucana como Beto do Bandolim e Bozó. Quero externar meu profundo pesar a todos os familiares e amigos desse pernambucano que tanto enriqueceu a nossa cultura.
Paulo Câmara
Governador de Pernambuco

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here