Jaboatão recebe prêmio internacional de inovação social em saúde, esta semana, em Washington

0
Foto: Matheus Britto/Secretaria de Saúde/Prefeitura do Jaboatão

A iniciativa vencedora é o projeto “Todo artista tem que ir aonde o povo está – Estratégia de Vacinação Extramuros da População em Situação de Rua”, que começou na pandemia e entrou no calendário da Secretaria de Saúde

Jaboatão volta a se destacar internacionalmente, nesta semana, quando receberá o Prêmio Iniciativa de Inovação Social em Saúde da OPAS-SIHI LAC 2023, durante workshop que acontece entre esta terça-feira (31) e quinta-feira (02), em Washington DC, Estados Unidos. O município é um dos três vencedores, entre 93 iniciativas de 13 países da América Latina e Caribe, que concorreram à premiação.

O prefeito Mano Medeiros viajou junto com equipe para receber a premiação e trocar experiências com representantes dos demais países presentes no evento, promovido em conjunto pela OPAS e Organização Mundial de Saúde (OMS). A iniciativa vencedora é o projeto “Todo artista tem que ir aonde o povo está – Estratégia de Vacinação Extramuros da População em Situação de Rua”, que começou na pandemia e entrou no calendário da Secretaria de Saúde.

“A base de nossa gestão tem sido estar perto da população, cuidar de todos. E o projeto focou em acolher justamente o público mais invisibilizado e vulnerável, que são as pessoas em situação de rua. E de forma integrada e colaborativa, unindo equipes de saúde, assistência social, movimentos sociais e voluntários em situação de rua. Com isso, chegamos a acolher e imunizar 87,5% dessa população. Todos receberam cartão do SUS, além de outros serviços. Estou muito orgulhoso da equipe e desse reconhecimento internacional”, afirma o prefeito Mano Medeiros, que repassou o cargo para o presidente da Câmara Municipal, Adeildo da Igreja, interinamente, antes de viajar.

O trabalho é de autoria de Paula Pereira, psicóloga e coordenadora de saúde mental do município, e coautoria da secretária municipal de Saúde, Zelma Pessôa. “Ver esse projeto como referência internacional é um grande estímulo para seguirmos trabalhando de forma integrada e buscando a equidade social”, salienta Zelma. O programa segue o calendário de vacinação e vem ampliando os serviços ofertados.

“Temos atualizado as vacinas em geral, entregamos analgésicos e antitérmicos para possíveis efeitos colaterais; distribuímos água mineral, lanches, preservativos e lubrificantes; realizamos pré-cadastro para CadÚnico; entregamos cartão SUS e, no último encontro, iniciamos testes rápidos de HIV e glicose e aferição de pressão. Também já encaminhamos mais de 200 pessoas para a rede de serviços do município”, esclarece Paula Pereira.

O trabalho fará parte da rede regional de inovação social em saúde na América Latina e no Caribe (ALACISS) e será compartilhado por meio de diversos canais digitais, como o site SIHI LAC, SIHI Global e o site da OPAS. Por ser sustentável e pelo potencial de ser replicável, a estratégia pode contribuir para a mudança de paradigmas na execução de ações de saúde em vários países.

A Iniciativa de Inovação Social Em Saúde (SIHI) é uma rede global de indivíduos, organizações e instituições que defendem a inovação social na saúde e promovem a investigação em inovação social. Lançada em 2014, a Rede SIHI está crescendo cada vez mais e premia iniciativas inovadoras em toda América Latina e Caribe. As outras duas iniciativas vencedoras são da Costa Rica e Panamá.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here