Lula Cabral é eleito deputado estadual e Diogo Moraes perde vaga na Alepe, após TRE retotalizar votos

0
Lula Cabral (à esquerda) e Diogo Moraes (à direita) — Foto: Reprodução/TV Globo

Ex-prefeito do Cabo de Santo Agostinho teve votos suficientes para se eleger, mas candidatura estava impugnada. Após recurso, TSE deferiu a candidatura e os votos dele foram validados

Após uma nova totalização dos votos nas eleições deste ano, passou a constar como deputado estadual eleito o nome de Lula Cabral (Solidariedade), ex-prefeito do Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife. A informação foi divulgada, nesta segunda (19), pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) em Pernambuco, responsável pela contagem.

Lula Cabral obteve 34.798 votos, o suficiente para ser eleito para a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). Entretanto, a candidatura dele havia sido indeferida (entenda mais abaixo). No domingo (18), o TRE informou que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deferiu o registro de candidatura dele.

Com isso, os votos dados a Lula Cabral, antes considerados nulos, passaram a ser válidos. Isso muda a configuração da Alepe porque altera o quociente eleitoral, cálculo usado para definir quantos parlamentares serão eleitos por cada partido ou federação.

Nesta segunda (19), acontece a diplomação de todos os candidatos que se elegeram, incluindo a governadora eleita Raquel Lyra (PSDB); a vice dela, Priscila Krause (Cidadania); e a senadora eleita, Teresa Leitão (PT). O TRE informou que Lula Cabral também vai ser diplomado na ocasião.

Sendo assim, o deputado estadual Diogo Moraes (PSB), que havia sido reeleito para o cargo, perdeu a vaga conquistada neste ano. Ele obteve 43.117 votos e foi o 14º mais bem votado do partido do PSB, que tem maior representação na Alepe.

Sem Lula Cabral, o PSB teve 14 parlamentares eleitos. Agora, perdeu uma cadeira para o Solidariedade, ficando com 13.

Fonte: G1PE

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here