Mais de 90% dos acidentes e lesões nas mãos podem ser evitados, aponta Instituto Help Your Hands (HYH)

0
Etelvina Vaz, presidente do Instituto Help Your Hands

Em evento nacional da área, presidente da instituição defende ações voltadas a prevenção no ambiente doméstico, no trabalho e no trânsito

É com este mote que a presidente do Instituto Help Your Hands (HYH), Etelvina Vaz, se apresenta na abertura do 42º Congresso Brasileiro de Cirurgia da Mão 2022, dia (04) de agosto, em Campinas-SP.

Promovido pela Sociedade Brasileira de Cirurgia da Mão (SBCM), o maior evento do segmento no país, terá como tema central “O cuidado da mão do adulto e do idoso”.

Nesse sentido,  a médica pernambucana e presidente do HYH – uma das pioneiras no país quanto às iniciativas voltadas à prevenção, defende junto a classe médica, a urgente necessidade de informar a população sobre as medidas de segurança, sobretudo nos ambientes de trabalho, domésticos e no trânsito.

“A cirurgia recupera mãos, resgata vidas dependentes do trabalho manual. Mas, eu acredito firmemente que mais de 90% dos casos podem ser evitados com atitudes preventivas. Se a gente conseguir conscientizar e orientar as pessoas a cuidar das mãos, a gente cumpre nosso papel”, reforça.

A ortopedista ressalta ainda, que os idosos merecem atenção e estrutura de casa adaptada. Isso porque, as mãos são a parte do corpo que envelhece mais rápido, afinal estão expostas a todas as circunstâncias e dificilmente são protegidas corretamente.

“Com o envelhecimento, a pele da mão se torna cada vez mais fina, seca e frágil e, as quedas, se tornam um evento comum, mas devastador em idosos”, destaca.

De acordo com a especialista, embora essas consequências sejam evitáveis, também podem sinalizar fragilidade ou o surgimento de alguma doença aguda. “Por isso, prevenir e exercitar a vitalidade motora são ideais para retardar a ação do tempo”, explica.

As características de risco que mais se associam às quedas são idade avançada (80 anos +), histórico de quedas, imobilidade, baixa aptidão física, fraqueza muscular de membros inferiores e do aperto de mão, equilíbrio diminuído, marcha lenta com passos curtos, dano cognitivo, doença de Parkinson, uso de medicamentos sedativos, hipnóticos, ansiolíticos e o uso de vários medicamentos.

Quanto às doenças crônicas, ela adverte que a inatividade física está diretamente ligada aos casos de bursite, osteoporose e Fratura de Colles, entre outras. “Acompanhar se a Vitamina D está dia, também influencia na disposição dos membros”, afirma.

Da mesma forma, o simples fato de não usar os Equipamentos de Proteção Individual – EPI´s, deixa o profissional vulnerável a acidentes, comprometendo as funções vitais desta região”, conclui a especialista.

Acolher para Curar – Na ocasião, será leiloado o quadro “Acolher para Curar“, do Instituto Help Your Hands. A obra é da artista pernambucana Maria Alice Vaz.

O Congresso vai até o sábado (06) de agosto, no Centro de Convenções Expo D. Pedro, em Campinas – SP. Para acompanhar a participação de Etelvina Vaz e as atualizações do setor, basta acessar as redes sociais da médica (@draetelvinavaz) ou as do Instituto (@helpyourhands).

 

Serviço:

O que: Palestra Prevenção de Acidentes e Lesões nas Mãos do Adulto e do Idoso

Onde: Congresso Brasileiro de Cirurgia da Mão/ Centro de Convenções Expo D. Pedro, em Campinas – SP

Quando: 4 de agosto de 2022

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here