Médium João de Deus entra na lista da Interpol, por estar foragido

0
27
No fim da manhã da sexta-fera, a prisão preventiva de João de Deus havia sido decretada (Foto:Reprodução)

João de Deus, que foi acusado por 330 mulheres por abuso sexual, é considerado foragido, e seu nome já consta na lista da Interpol. O prazo para que ele se apresentasse à polícia terminou às 14 H  deste sábado(15)

Após a decisão, o advogado de João de Deus iniciou uma negociação com a Polícia Civil, que foi enfática. “Já foi concedido um prazo, buscas já foram realizadas. Estamos reunindo todos os elementos para que ele seja considerado foragido da Justiça”, disse o coordenador do Centro de Apoio Operacional Criminal, Luciano Miranda Meireles.

João de Deus foi visto publicamente pela última vez nesta quarta-feira, quando visitou a Casa Dom Inácio de Loyola, onde realizava os atendimentos. Ele fez um breve pronunciamento, afirmando que era inocente e estaria à disposição da Justiça.

Foi montada uma força tarefa para investigar as denúncias de abuso sexual que teriam sido comedidas pelo médium João de Deus, e até o momento 330 relatos em vários estados do país e do mundo, já surgiram.

João de Deus atende cerca de 10 mil pessoas ao mês, onde 40% são de estrangeiras. Nos relatos, os abusos teriam sido cometidos depois do atendimento espiritual feito pelo médium.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here