Natura reafirma compromisso de desenvolvimento social das consultoras de beleza, com novo portfólio de benefícios e programas

0

Marca reforça a importância da venda por relações, como uma arena de transformação social na vida de mais de 1,3 milhão de empreendedoras presentes em todas as cidades do Brasil

Criado em 2004, o Movimento Natura, iniciativa da Natura responsável pela geração de impacto positivo por meio do seu modelo de negócios, nasceu com o objetivo de mobilizar a rede de Consultoras da marca em torno de temas socioambientais. Após anos de transformação, em 2022, a Natura relança o seu compromisso de desenvolvimento humano, com um novo pacote de benefícios, a fim de aumentar a capacidade de impacto social da marca e o desenvolvimento do empreendedorismo por meio da venda direta.

Com o surgimento do Movimento Natura há 18 anos, já havia uma crença latente de que era possível aumentar a capacidade de impacto social da Natura por meio das Consultoras. “No início dos anos 2000, em parceria com o MEC, a Natura mobilizou as Consultoras de Beleza para preencher as vagas de EJA (Educação de jovens e adultos) disponíveis no Brasil. Em três semanas, milhares de vagas foram preenchidas. Isso foi um marco importante para repensarmos nosso modelo de trabalho” relembra Agenor Leão, vice-presidente de Negócios da Natura.

Foi em 2014 que o Movimento Natura criou em parceria com Flávio Comim, economista e ex-consultor do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), o Índice de Desenvolvimento Humano das Consultoras e Consultores Natura (IDH-CN), que provê um retrato socioeconômico desta rede, que até então era encarada como um potente exército de mobilização social. Naquele momento, a marca teve a dimensão, pela primeira vez, que a rede de Consultoras, que transacionava os produtos em todas as cidades do Brasil, também possuía importantes lacunas de desenvolvimento humano e social.

Somente no âmbito educacional, a Natura já investiu mais de R$ 31,5 milhões de reais na rede de consultoras desde 2016, orçamento gerido pelo Instituto Natura. Ao longo dos últimos seis anos, esse valor cresceu 900% assim como o número de consultoras que passaram por alguma oportunidade de educação, que totaliza 510 mil desde 2016. Em 2022, mais de 5 mil bolsas de estudos para cursos preparatórios do ENEM e ENCCEJA foram distribuídas e, de acordo com os compromissos assumidos no “Compromisso com a Vida 2030” declarado pela holding Natura &Co, o investimento em educação deve crescer, pelo menos, 20% até 2030.

As iniciativas de desenvolvimento social não param por aí, entre 2016 e 2022 mais de 15 mil consultoras já utilizaram algum serviço de saúde oferecido pelo Movimento Natura. Nesse período, foram realizadas mais de 4 mil consultas médicas e sessões de suporte psicológico gratuitas. Com a chegada da pandemia, a marca também estruturou um mecanismo de transferência de renda para apoiar sua rede em situação de vulnerabilidade econômica. O serviço continuará sendo oferecido, atendendo tensões sociais urgentes do contexto brasileiro, como a insegurança alimentar. Desde março de 2020, foram mais de 10 mil Consultoras apoiadas e R$2,6 milhões de renda transferida.

“Quando eu soube da Central de Apoio meu coração se encheu de alegria por saber que não só eu, mas todas as consultoras teriam a oportunidade de receber um atendimento especializado. No momento em que estava vivendo uma situação atípica, tive todo o apoio da assistente social, que me transmitiu segurança logo na primeira conversa, e com uma psicóloga, que me fez entender fatores que fizeram toda a diferença para iniciar 2022 com o pé direito”, conta Adriane, Consultora Natura em Simões Filho na Bahia.

Após identificar que 1 em cada 3 mulheres da rede declararam já ter vivido alguma situação de violência de gênero, por meio do IDH-CN, o Movimento Natura também criou iniciativas no enfrentamento à violência contra a mulher e oferece o atendimento de uma equipe multidisciplinar preparada, que pode ser acessada via WhatsApp, para acolher, orientar e acompanhar as Consultoras. Após o acolhimento e a análise de cada caso, um plano é construído com a ativação da rede pública e das ferramentas que a Natura oferece, como: abrigamento em hotel, auxílio financeiro emergencial, processo terapêutico com psicólogas e apoio jurídico. Todo o processo de acolhimento é preparado para fortalecer a autoestima e autonomia da mulher. Nos últimos 2 anos, mais de 400 mulheres já foram atendidas.

Desde 2010 o Movimento Natura também é responsável pelo Programa Acolher. Ao longo de 12 anos, mais de 80 projetos sociais já foram premiados com apoio técnico e financeiro. Em 2019, o Acolher deixou de ser um prêmio e passou a ser um programa que forma Consultoras Natura como Líderes Comunitárias. Mais de 50 pessoas já foram formadas no programa financiado pela Natura Friday, onde a cada compra R$1 é revertido para a formação de novos líderes comunitários em todo o Brasil.

“Ao longo do tempo, percebemos que todos os benefícios e programas promovidos pelo Movimento Natura contribuem com o conceito da venda por relações como um espaço de regeneração e transformação social”, conta Agenor. Este ano, a Natura reafirma o seu compromisso de desenvolvimento social, reforçando o Movimento Natura como uma iniciativa que oferece um moderno portfólio de benefícios e programas sociais em educação, saúde, transferência de renda em situação de vulnerabilidade econômica, ações afirmativas e educativas em diversidade, enfrentamento à violência contra a mulher e um programa que forma Consultoras como líderes comunitárias, além das ações de mobilização.

“Os novos benefícios do Movimento Natura surgem em um momento muito simbólico no qual estamos trabalhando para levar este vanguardista portfólio de desenvolvimento social criado no Brasil também para os países que a Natura opera na América Latina, com um potencial de gerar impacto social positivo para mais de 800 mil Consultoras e Consultores nesses países. As iniciativas surgem com o objetivo de reforçar o protagonismo empreendedor da nossa rede e valorizar a atividade diária das nossas Consultoras”, reflete o executivo.
Iniciativas guiadas pelo IDH-CN e IP&L

Pautar-se no contexto social do Brasil e nos impactos da atividade de consultoria na vida dessas profissionais é fundamental para a estruturação das iniciativas do Movimento Natura.

Lançado em 2014, o IDH-CN permite acompanhar as condições de vida das consultoras em diferentes dimensões, como saúde, conhecimento e trabalho e, com isso, definir estratégias para construir soluções sociais. Já com o IP&L, ferramenta de gestão integrada que permite mensurar o impacto empresarial nas dimensões ambiental, social e humana, a Natura descobriu que as profissionais presentes nos maiores níveis do modelo comercial estão consideravelmente acima do parâmetro de renda digna. O rendimento desse grupo gera um impacto social positivo no valor de R$8,7 bilhões, que se refere a contribuição que a renda obtida com as atividades de consultoria gera.

“Métricas como IDH das Consultoras e Consultores Natura (IDH-CN) nos ajudam a identificar o que devemos fazer, como iniciativa privada, para apoiar o desenvolvimento humano das pessoas que transacionam os nossos produtos e que geram renda por meio do nosso modelo de negócios. Para alcançar os grandes objetivos que a organização aspira e inspira no mundo, é urgente mudar as práticas empresariais correntes, em uma lógica que gere mais valor compartilhado para todos os atores envolvidos. Esperamos que a Natura seja um guia para o modelo de negócios de outras iniciativas privadas que também podem fazer mais por suas redes. O mundo precisa de negócios regenerativos.”, finaliza Agenor.

Sobre a Natura
Fundada em 1969, a Natura é uma multinacional brasileira de higiene e cosmética. Conta com mais de 2 milhões de consultoras na América Latina, sendo líder no setor de venda direta no Brasil. Faz parte de Natura &Co, resultado da combinação entre as marcas Avon, Natura, The Body Shop e Aesop. A Natura foi a primeira companhia de capital aberto a receber a certificação de empresa B no mundo, em dezembro de 2014, o que reforça sua atuação transparente e sustentável nos aspectos social, ambiental e econômico. É também a primeira empresa brasileira a conquistar o selo “The Leaping Bunny”, concedido pela organização de proteção animal Cruelty Free International, em 2018, que atesta o compromisso da empresa com a não realização de testes em animais de seus produtos ou ingredientes. Com operações na Argentina, Chile, Colômbia, Estados Unidos, França, México, Peru e Malásia, os produtos da marca Natura podem ser adquiridos com as Consultoras, por meio do e-commerce, app Natura, nas lojas próprias ou nas franquias “Aqui tem Natura”. Para mais informações, visite www.natura.com.br ou acesse os perfis da empresa nas redes sociais: LinkedIn, Facebook e Instagram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here