Prefeito do Recife, João Campos, visita Geraldão, no primeiro dia de vacinação para idosos a partir de 70 anos

0
FOTO: MARCOS PASTICH / PCR

Prefeito viu de perto o trabalho dos profissionais de saúde, do local e se encontrou com o Arcebispo Metropolitano do Recife, Dom Fernando Saburido, que tomou a primeira dose

No primeiro dia de vacinação para os idosos com 70 anos ou mais no Recife, neste sábado (13), o prefeito João Campos acompanhou o trabalho de imunização no Geraldão, na Imbiribeira, onde funciona um centro de aplicação e um drive-thru. Além de vistoriar os serviços no local, conversar com os idosos e profissionais de saúde, o gestor municipal acompanhou o Arcebispo Metropolitano do Recife Dom Fernando Saburido, que tem 73 anos, e tomou a primeira dose do imunizante. O gestor municipal ressaltou que em apenas cinco horas de agendamento nesta sexta-feira (12) para o novo público, mais de 12,5 mil pessoas com idades entre 70 e 72 anos agendaram a vacinação para os próximos dias por meio do aplicativo ou do site do Conecta Recife.
FOTOS: MARCOS PASTICH / PCR

“Hoje é o primeiro dia para as pessoas com 70, 71 e 72 anos começarem a se vacinar. Recife foi pioneira abrindo a vacinação para esse público e aqui eu pude acompanhar a vacinação de vários idosos e do Arcebispo Metropolitano do Recife, Dom Fernando Saburido. Pude agradecer a ele pelo papel fundamental que a Igreja tem na preservação e na defesa da vida, na conscientização das pessoas e na defesa da vacina. Para a gente superar essa pandemia, precisamos de muita solidariedade, de muito compromisso com a vida e que a gente possa vacinar as pessoas. O Brasil precisa fazer esse esforço de vacinar, comprar mais vacinas e tomar essa decisão de preservar vidas”, lembrou João Campos.

FOTOS: MARCOS PASTICH / PCR

O prefeito do Recife também comentou sobre o grande número de agendamentos do novo público já nas primeiras horas. “Nós abrimos ontem, às 18h, o agendamento para quem tem 70, 71 e 72 anos, e nós tivemos mais de 10 mil agendamentos só nas primeiras horas. Entre 20h30 e 21h30, foram mais de 2 mil agendamentos. Estamos com a agenda completa para este sábado, domingo e início da próxima semana. E a gente disponibiliza a vacina nos centros de vacinação e nos drive-thrus, para que as pessoas possam tomar a vacina de forma segura e rápida. Esse é o nosso compromisso. O Brasil deveria ter feito a aposta pela vacina, comprado mais vacinas, comprado antecipadamente. Então, agora, a gente tem que correr contra o tempo para poder fazer isso. O Recife fez o seu dever de casa desde o início da pandemia e agora a gente segue dando o exemplo para o Brasil como deve ser feito”, continuou o gestor.

Já Dom Fernando Saburido comentou sobre a alegria, por um lado, por ter sido vacinado, e a tristeza, por outro, pelo grande número de mortes e de contaminação pelo coronavírus no Brasil. “Estou feliz pelo fato de ter sido vacinado hoje. Estava nessa expectativa. Agora, a partir dos 70 anos, as pessoas podem se vacinar no Recife. Eu estou com 73, mas eu gostaria mesmo é que mais pessoas tivessem essa oportunidade. A gente reconhece que o Brasil está muito devagar, se tornou líder mundial dos casos de contaminação e mortes, o que é lamentável. A gente precisa trabalhar e se empenhar até que a vacina chegue em maior quantidade para que mais pessoas tenham essa garantia”, comentou.

“É preocupante ver que no Brasil a gente vive recordes de mortes e contaminação. É muito difícil e doloroso. Então, a gente fica contente por estar vacinado, mas pensa nos outros que gostariam tanto de ter essa oportunidade e receber esse benefício”, acrescentou. “E mesmo com a vacina é importantíssimo continuar usando máscara, fazer o distanciamento, porque quem foi vacinado, poderá ser contaminado e não ter tanto os efeitos da Covid-19, mas poderá contaminar alguém, então é preciso ter os cuidados todos necessários”, finalizou.

O funcionário público aposentado Antônio Marinho, 73 anos, que mora em Boa Viagem, também recebeu a primeira dose do imunizante no Geraldão neste sábado: “Estou me sentindo feliz por estar sendo vacinado contra uma doença que está dizimando milhares de pessoas no mundo inteiro. Eu tenho ficado mais recolhido em casa e quando saio uso máscara e álcool em gel nas mãos, também tomo banho quando volto para casa depois de ir ao supermercado. E vou continuar assim até essa pandemia cessar”, disse.

E Júlio Barbosa da Silva, 82 anos, morador do IPSEP, tomou a segunda dose no local, junto a esposa Rita da Silva, 84 anos, que também foi beneficiada com a segunda dose. “Estou me sentindo muito bem. Nem a primeira e nem a segunda dose incomodaram em nada. O jeito tem sido ficar em casa e temos que cumprir com isso. Distanciamento, lavar as mãos, usar álcool em gel são importantes e a máscara é sagrada”, afirmou ele.

O agendamento para vacinação deve ser realizado através do site www.conectarecife.recife.pe.gov.br ou do app Conecta Recife, disponível gratuitamente na PlayStore, para Android, e AppStore, para quem utiliza o sistema iOS. No ato da marcação, é preciso anexar comprovante de residência e o documento de identificação oficial. Esses mesmos documentos devem ser levados no dia da vacinação. Caso a pessoa seja acamada, é possível sinalizar a condição marcando a opção disponível durante o cadastro para, dessa forma, receber a visita domiciliar de uma das equipes volantes da Secretaria de Saúde.

LOCAIS DE VACINAÇÃO – A Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Saúde, disponibiliza ao todo 16 pontos para a vacinação. Os drive-thrus ficam no Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS), na Tamarineira; Parque de Exposição de Animais, no Cordeiro; Fórum Ministro Artur Marinho – Justiça Federal de Pernambuco (Avenida Recife), no Jiquiá; Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), em Dois Irmãos; Juizados Especiais do Recife, na Imbiribeira; Parque da Macaxeira, na Macaxeira; Geraldão, na Imbiribeira; Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), na Cidade Universitária; e Tribunal Regional Federal da 5ª Região, no Bairro do Recife.

Além dos pontos onde a pessoa não precisa descer do veículo, a Secretaria de Saúde do Recife oferece salas de vacina em outros pontos: Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), em Dois Irmãos; Parque de Exposição de Animais, no Cordeiro; Upinha Dr. Hélio Mendonça, no Córrego do Jenipapo. Os outros centros continuam funcionando na Unidade de Cuidados Integrais (UCIS) Guilherme Abath, no Hipódromo; Compaz Ariano Suassuna, no Cordeiro; Ginásio Geraldão, na Imbiribeira; e UPA-E Fernando Figueira, no Ibura. Todos os locais funcionam das 7h30 às 18h30, de domingo a domingo. Quem não possui acesso à internet ou encontrou dificuldades no cadastro e agendamento, também pode procurar estes locais para que equipes realizem o estes processos através do Conecta Recife.

OUTROS PÚBLICOS – Além dos idosos a partir de 70 anos, o Recife continua vacinando os trabalhadores da saúde, ativos, de qualquer área, a partir de 50 anos; trabalhadores da Atenção Básica do município e os que atuam nas redes pública e privada, em policlínicas, maternidades, UTIs, centros de quimioterapia e de Terapia Renal Substitutiva. Além deles, os trabalhadores da saúde dos setores hospitalares de endoscopia, broncoscopia e imagem; cardiologia, vascular e neurologia. Os que atuam nas Vigilâncias Epidemiológica, Sanitária, Ambiental, no setor de Saúde do Trabalhador, e, mais recentemente, os estudantes da área de saúde que atuam na linha de frente da covid-19 (UTI e enfermaria covid) e nos serviços de urgência e emergência também foram incluídos na lista de grupos prioritários.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here