Prefeitura do Recife anuncia volta do maior Carnaval de Rua do Brasil

0

#VolteiRecife com todos os Carnavais será o tema da festa, que terá 2,8 mil apresentações distribuídas em 44 polos por toda a cidade. Marco Zero terá nomes como Emicida, Pabllo Vittar, João Gomes e Fundo de Quintal. Entre as novidades, a Rua da Aurora vira um pólo permanente, dedicado à Cultura Popular e ao público infantil

Após um hiato de dois anos de saudades em que a maior manifestação cultural recifense esteve suspensa devido à pandemia de covid-19, o Carnaval do Recife 2023 retorna em grande estilo. Com a temática #VolteiRecife com todos os Carnavais, o ciclo momesco contará com mais de 2,8 mil apresentações e shows que embalarão 44 polos de animação, com a novidade do Polo da Rua da Aurora, que será dedicado à folia dos pequenos e da Cultura Popular. Mantendo as tradições, Recife se destaca no ciclo carnavalesco pela democratização cultural promovida em toda a cidade, onde foliões, brincantes e turistas se confraternizam ao som do centenário frevo e suas diversas manifestações. A coletiva de imprensa para a divulgação dos detalhes do Carnaval do Recife ocorreu na manhã desta sexta-feira (27), no Paço do Frevo, com a presença do prefeito João Campos, colaboradores da Prefeitura, artistas e muita gente que faz a festa acontecer.

“A gente volta, como o nome diz ‘#VolteiRecife’, com todos os carnavais. É uma emoção, depois de dois anos sem poder fazer a nossa grande festa carnavalesca, o Recife voltar com toda a sua potência e a sua força. O Carnaval é o maior acontecimento, a maior mobilização, a maior festa, o maior evento, a maior expressão que existe no Recife e por isso a gente, quando fala do Carnaval, a gente tem emoção, alegria e também a responsabilidade do trabalho da Prefeitura. São 44 pólos de carnavais, mais de 2,8 mil apresentações e milhares de profissionais que trabalham diretamente para garantir a realização. E o que faz a força do nosso carnaval é isso, é o seu tamanho junto com a sua leveza e com a sua tradição”, afirmou João Campos durante a coletiva.

O Marco Zero será palco de mais de 20 shows de nomes que representam o melhor da cultura carnavalesca local, bem como nacional. O frevo se fará presente através de nomes como um dos homenageados, Geraldo Azevedo, além de Maestro Forró, Spok, Almir Rouche, André Rio, Maestro Duda, Elba Ramalho, Alceu Valença e o apoteótico Orquestrão, que reúne centenas de músicos para se despedir da folia, na manhã da quarta-feira ingrata. Sonoridades diversas e nomes de peso de todo o país subirão também ao palco Marco Zero, como Pabllo Vittar, Sorriso Maroto e João Gomes. Outras atrações nacionais que desfilarão pelo maior palco da cidade serão Fundo de Quintal, Nando Reis, Duda Beat, Maria Rita, Emicida, Fafá de Belém e Melim.

No mesmo palco do Marco Zero, três espetáculos renderão tributos a movimentos e personalidades históricas da cultura recifense. No sábado (18), Maestro Duda sobe ao palco para celebrar seus 80 anos e muitas décadas de bons serviços prestados ao frevo. Ainda no sábado, a noite será encerrada pelo show Recife, Capital do Brega, com o encontro de diversos e diversas representantes do ritmo, declarado patrimônio imaterial do Recife desde 2021. Na segunda, o espetáculo Frevo de Bloco, o Grande Encontro, reunirá Coral Edgar Moraes, O Bonde, Getúlio Cavalcanti e Dalva Torres.

“Estamos há muitos meses envolvidos diretamente com a ação do Carnaval. A gente sabe da importância que ele tem, não apenas para a cultura da cidade, mas para o Recife como um todo. Mexe com a vida da gente. É a nossa identidade, a nossa vida cultural plenamente efetivada nas ruas. A gente tem certeza que vai ser uma festa, como a gente está dizendo ‘Voltei Recife com todos os Carnavais'”, destacou o secretário de Cultura do Recife, Ricardo Melo.

Já o presidente da Fundação de Cultura da Cidade do Recife, Marcelo Canuto, ressaltou o caráter democrático e diverso da festa. “Fazer o Carnaval do Recife é um grande desafio. O carnaval do Recife tem grande estrutura, uma operação complexa e envolve todos os setores da Prefeitura como saúde e a cultura, claro. Montamos uma grade extremamente diversa com samba, frevo, cultura popular e a diversidade que caracteriza o nosso Carnaval, um Carnaval democrático”, disse.

A programação visual da festa bebe da confluência da diversidade e o reencontro da cidade com seu principal ciclo festivo. Sob a temática #VolteiRecife Com Todos os Carnavais, a assinatura dos elementos que irão ‘vestir’ a maior festa de rua do Brasil ficou a cargo do arquiteto e ilustrador Adriano Marcusso, 47, que também teve como inspirações verdadeiros gigantes da arte contemporânea pernambucana, como Lula Cardoso Ayres e Abelardo da Hora. A geometrização e a modulação das formas, junto com uma paleta de cores contemporânea, criam uma linguagem inovadora para a manifestação popular com uso de linhas retas e ângulos precisos em cerca de 40 personagens.

No primeiro Carnaval após o anúncio do Plano Recife MCP – Matriz da Cultura Popular, agremiações e tradições culturais ancestrais receberam reajustes de 40% a 50% nos valores de cachês e premiações de concursos assegurados pelo poder público municipal. A cultura popular ganhará destaque não só entre os homenageados, mas também em todas as passarelas da festa. Os tradicionais concursos distribuirão mais de R$ 1,3 milhão entre as agremiações. Além disso, blocos, troças, ursos, maracatus, bois e demais manifestações ganharão as ruas desde as prévias. No Carnaval, as agremiações desfilarão grandes novidades, como o circuito De Pátio a Pátio, que reunirá, entre os dias 19, 20 e 21 de fevereiro (domingo, segunda e terça de Carnaval), das 16h às 19h, entre o Pátio do Livramentro, Rua 1º de Março, Praça da Independência, Avenida Dantas Barreto e Pátio de São Pedro.

A passista de frevo mais antiga em atividade, Zenaide Bezerra, é uma das homenageadas do Carnaval do Recife e compartilhou como consegue manter a energia em alta. “Eu não esperava essa homenagem, fiquei muito emocionada quando soube, chorei. O segredo para manter o pique é não parar de dançar nunca, fazer o que a gente gosta é muito bom. Comecei no carnaval aos 8 anos, com meu pai, eu entrei no Baile Municipal com ele, com essa idade; hoje estou com 73 anos, danço com netos e bisnetos e vou entrar lá de novo”, contou ela durante a coletiva.

Dona Marivalda, costureira, matriarca e rainha do Maracatu Estrela Brilhante, também é homenageada do carnaval do Recife deste ano e está feliz por esse momento singular da sua história. “Eu já esperava essa homenagem há alguns anos. Tenho um filho agora que é prefeito, é quase meu filho, que me deu essa oportunidade e essa alegria em vida. Eu trabalho muitas horas por dia, deixei a máquina hoje para estar aqui, mas vou voltar, almoçar e depois continuar a trabalhar”, disse.

Segundo a secretária de Turismo e Lazer do Recife, Cacau de Paula, turistas de diversas cidades do Brasil vão contribuir com a alegria do carnaval do Recife durante todos os dias de programação. “Já temos uma expectativa de mais de 90% de ocupação hoteleira, mas a gente espera que os hotéis do Recife estejam todos lotados durante a festa. O turista e o recifense estavam com muita saudade dessa festa. A gente começou com programas de city tours e visitas. Os Olha! Recife serão realizados com temas carnavalescos”, comentou ela.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DO MARCO ZERO

16 (quinta-feira)

– Ubuntu (cortejo formado por 24 afoxés com cerimônia de lavagem do Boulevard da Rio Branco) e Tumaraca – Encontro das Nações (com 700 batuqueiros de 13 Maracatus de Baque Virado)

17 (sexta-feira)

– Recife Matriz da Cultura Popular – Apresentação das Agremiações vencedoras do Grupo Especial Carnaval 2020

– Maestro Forró e Orquestra Popular da Bomba do Hemetério

– Homenageados do Carnaval – Geraldo Azevedo, Zenaide Bezerra e Dona Marivalda

– Geraldo Azevedo e Convidados – Alceu Valença, Elba Ramalho, Fafá de Belém e Chico César

– Duda Beat

18 (sábado)

– Recife Matriz da Cultura Popular – Apresentação das Agremiações vencedoras do Grupo 1 do Carnaval 2020

– Orquestra do Maestro Duda 

– Almir Rouche

– Pabllo Vittar (com participação de Uana e Romero Ferro)

– Recife Capital do Brega

19 (domingo)

– Recife Matriz da Cultura Popular – Encontro de Maracatus de Baque Solto

– Gerlane Lops e Orquestra de Bamba

– Maria Rita

– Sorriso Maroto

– Fundo de Quintal 

20 (segunda)

– Recife Matriz da Cultura Popular – Encontro de Blocos Líricos

– Frevo de Bloco, O Grande Encontro (Coral Edgar Moraes, O Bonde, Getúlio Cavalcanti e Dalva Torres)

– Melim

– Nando Reis

– Emicida

21 (terça-feira)

– Recife Matriz da Cultura Popular – Apresentação das Agremiações vencedoras do Grupo 2 do Carnaval 2020

– André Rio 

– Lenine e Spok

– João Gomes

– Alceu Valença

– Elba Ramalho 

– Orquestrão – 10 anos do Frevo como Patrimônio Cultural da Humanidade

Para programação – https://www.carnavaldorecife.com/ 

Para Fotografias – https://www.flickr.com/photos/prefeituradorecife

Acesso a banco de imagens de vídeo de Carnavais passados – https://bit.ly/tvconectarecife.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here