Agricultor aposentado de 74 anos, é o paciente de número 3 mil a receber alta, nos Hospitais de Campanha da Prefeitura do Recife

0
Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR

Prefeito Geraldo Julio fez o anúncio da marca de três mil altas na manhã desta segunda-feira (31). Amaro Manoel do Nascimento passou 23 dias internado no hospital de campanha da Imbiribeira

Os hospitais de campanha da Prefeitura do Recife atingiram a marca de três mil altas de pacientes que se internaram nos leitos municipais criados para enfrentamento à pandemia de covid-19. O paciente três mil a receber alta foi Amaro Manoel do Nascimento, de 74 anos, que passou 23 dias internado no Hospital Provisório Recife (HPR) 3, localizado na Imbiribeira.

Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR

Amaro foi trazido para tratamento no hospital de campanha montado pela Prefeitura do Recife após apresentar febre, dor no corpo, dor de cabeça e falta de ar. Ele passou 23 dias entre a UTI e a enfermaria, se tratando da covid-19. “Só tenho a agradecer a todos que cuidaram de mim. Venci mais essa e tenho a certeza que ainda tenho muita vida para viver”, disse emocionado.

A notícia da alta não só foi comemorada pelos profissionais de saúde que cuidaram do paciente, mas também pela família de seu Amaro. São sete filhos, dez netos e oito bisnetos. O agricultor aposentado sempre teve uma vida  de muito trabalho no sítio em que foi criado, onde plantava com a família desde pequeno.

“Eu e todos os nossos familiares ficamos muito satisfeitos com o atendimento. Ele fez muita falta quando estava internado, mas não ficamos nenhum dia sem notícias dele. Fizemos várias chamadas de vídeo e víamos que ele estava sendo bem tratado. Ele elogiou muito a equipe. Todos do hospital estão de parabéns pelo trabalho. Gratidão eterna”, disse Patrícia Nascimento, neta de Amaro que poderá voltar a ouvir de perto as famosas histórias do avô, que agora tem mais uma para contar sobre como venceu a covid- 19.

O hospital de campanha da Imbiribeira foi o sétimo entregue pela Prefeitura do Recife, com mais de 2.300 m² de área construída onde se encontrava um galpão desativado de uma empresa, na Avenida Mascarenhas de Moraes. Administrado pelo Instituto Humanize de Assistência e Responsabilidade Social (IHARS), o Hospital Provisório Recife 3 conta com 107 leitos, sendo 80 UTIs e 27 enfermarias.

Em anúncio nesta sexta, data que marcou a alta 3 mil, o prefeito Geraldo Julio agradeceu aos profissionais que ajudaram a construir os sete hospitais e aos que trabalham nas unidades. “Nós chegamos a três mil altas nos hospitais de campanha da Prefeitura. Esses hospitais foram construídos para atender a emergência da pandemia e puderam oferecer tratamento a esses três mil pacientes que pegaram a covid, precisaram se internar, foram tratados e já conseguiram voltar para casa, curados dessa doença.  Eu quero agradecer a todos que transformaram esses hospitais em realidade e especialmente a todos os profissionais que trabalham e fazem funcionar essas unidades”, disse o prefeito

O HPR 3 é um dos dois hospitais de campanha que não teve estrutura desativada, junto com o Hospital Provisório Recife (HPR) 1, localizado na Rua da Aurora, em Santo Amaro. Neste mês de agosto, a Prefeitura do Recife desativou o HPR 2, nos Coelhos, que foi o maior hospital de campanha construído pela Prefeitura do Recife. No início de julho, já haviam sido desativados leitos nos hospitais construídos nas áreas externas do Hospital da Mulher do Recife (HMR – Curado) e das Policlínicas Barros Lima (Casa Amarela), Amaury Coutinho (Campina do Barreto) e Arnaldo Marques (Ibura).

No HMR e nas policlínicas, foram removidas as estruturas provisórias erguidas nas áreas externas das unidades, mas todas permanecem com leitos de covid-19 nas áreas internas. No total, a PCR desativou 590 leitos – 115 deles de UTIs. A capital pernambucana tem, atualmente, 436 leitos em funcionamento, sendo 229 de UTI e 207 de enfermaria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here