Durante a Operação Quarentena, comerciantes informais recebem cestas básicas e orientações educativas

0

Em Camaragibe, 1000 kits alimentícios foram disponibilizados para atender profissionais que estão sendo impactados com a paralisação de atividades até dia 31 de maio. As outras quatros cidades também recebem ações sociais

A Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ) se junta às secretarias municipais de Assistência Social do Recife, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Camaragibe e São Lourenço da Mata para conscientizar comerciantes informais sobre a importância do isolamento social para o combate ao novo coronavírus. Nos cincos municípios, que iniciam neste sábado (16) medidas mais rígidas de isolamento social, os profissionais fizeram abordagens em supermercados, feiras e pontos de venda que geram aglomerações, informando sobre os cuidados de higiene, a obrigatoriedade da máscara e a necessidade de evitar concentração de pessoas. Buscando contribuir com a redução dos impactos provocados pela paralisação das atividades, o Governo de Pernambuco também iniciou a distribuição de cestas básicas para os comerciantes informais nesses municípios.

Neste sábado, a atuação de conscientização iniciou em Camaragibe e São Lourenço da Mata. Já a distribuição de cestas básicas aconteceu apenas em Camaragibe, para aqueles previamente cadastrados pela prefeitura. Na cidade, foram entregues 189 cestas no perímetro entre o mercado público e a Rua Eliza Cabral de Souza (Centro Comercial).

Em São Lourenço da Mata, município com um número maior de profissionais informais, a entrega acontece na segunda-feira (18), no Centro Social Urbano Tito Pereira, para pessoas já previamente cadastradas pelo poder público municipal. “Nos dois municípios, foram encaminhadas mil cestas básicas que são destinadas aos comerciantes informais das cidades, para esse período da quarentena, que segue até dia 31. O Governo de Pernambuco busca levar a assistência, unindo a fiscalização e conscientização nesse período. Precisamos unir forças para passar por essa fase e atingir o objetivo, que é reduzir o número de casos da Covid-19. A ideia é que somente serviços essenciais funcionem. Ficar em casa é salvar vidas”, pontua o secretário estadual da SDSCJ, Sileno Guedes. A ação segue até o dia 31 de maio, data prevista para o fim da quarentena.

De acordo com o secretário-executivo de Assistência Social, Joelson Rodrigues, as datas em Olinda e Jaboatão dos Guararapes estão sendo definidas com os gestores municipais. No Recife, a Prefeitura já promove ações sociais e o Estado vai reforçar a atuação.

Além das ações sociais, a Operação Quarentena conta ainda com atuações sanitárias e de fiscalização. Junto a SDSCJ, estão as secretarias estaduais de Saúde, Defesa Social, Prevenção, Desenvolvimento Urbano, Planejamento e Infraestrutura. A quarentena nesses cinco municípios estabelece que, até o dia 31 de maio, a população só poderá sair de casa para atividades essenciais, como ir ao supermercado, padaria, farmácia ou para atendimento médico. No caso de o deslocamento ser feito utilizando veículo, será preciso respeitar um rodízio: placas terminadas em número par só podem circular em dias pares. As terminadas em número ímpar, só podem circular em dias ímpares.

Para os trabalhadores enquadrados nas 38 categorias de serviços essenciais listadas no decreto a circulação será permitida durante a quarentena, obedecendo aos dias de rodízio, com exceção de profissionais de saúde, segurança, bancários, funcionários de supermercados, padarias, farmácias, postos de gasolina, empresas de transporte rodoviário e metroviário, além de trabalhadores em vigilância e zeladoria. Esses poderão utilizar veículos próprios sem restrições.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here