Empoderada, Thammy representa o poder das mulheres no brega-funk

0

A cantora enfrenta o preconceito por ser uma das poucas MCs de Pernambuco

Thammy Caroline é pura intensidade. Natural de Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, a jovem de 20 anos divide o tempo entre a carreira de cantora e suas produções para as redes sociais. Formada em Logística, a artista enfrenta o preconceito ao ser uma das poucas mulheres MCs, no Recife. A MC Thammy é um dos exemplos de como as mulheres estão ganhando espaço no brega-funk.

Com um mais de um milhão de seguidores no Instagram, a loira usa toda sua sensualidade e expressão corporal para compartilhar conteúdos nas redes sociais. Após bombar com o canal do Youtube, a jovem recebeu o convite da produtora “Love Funk”, de São Paulo para lançar sua primeira música, há um ano, em meio a pandemia.

A cantora, dançarina e influencer digital, já lançou faixas como Me acabo (2,8 milhões de visualizações no YouTube), o seu primeiro sucesso, Barbie bandida (1,6 milhão) e participou de Acabou água(toma banho de leite (10 milhões), sucesso mais recente que viralizou nas redes de todo o país.

Entre os trabalhos, Thammy colaborou com nomes como MC 3L, MC Lya, Vitinho Polêmico, O Brutto e Tinho do Coque, totalizando cerca de 21 feats. “Ainda não fiz show aberto ao público. Participei de algumas lives do grupo Love Funk e estou ansiosa pela primeira apresentação”, conta Thammy. A live que lançou Thammy ao público já ultrapassa 9 milhões de visualizações.

Atualmente, Thammy integra o casting da Aloha Influencer.

https://youtu.be/aQoM2SVs6bU

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here