Espaço ‘Memórias por Ana Moura e Ana Higino’, valoriza o novo jeito do morar na Casa Cor PE

0
As arquitetas Ana Higino e Ana Moura, comemoram sucesso na Casa Cor PE / Foto: Gleidson Ramos

Arquitetas Ana Moura e Ana Higino criaram um espaço que remete à “Casa da Avó”, recheado por lembranças, plantas, árvores frutíferas, coleções e fotografias. A mostra está localizada na área externa no Shopping Recife e segue até o dia 5 de dezembro

As arquitetas Ana Higino e Ana Moura, do escritório Ana Moura Ana Higino Arquitetos Associados marcam presença na 24° edição da Casa Cor Pernambuco, com o espaço ‘Memórias por Ana Moura e Ana Higino’. Um projeto inovador que valoriza o novo jeito do morar e de trabalhar, pós pandemia, onde a casa passa a ter várias funções – trabalhar, lazer e morar. A mostra está localizada na área externa no Shopping Recife e segue até o dia 5 de dezembro.

De acordo com a arquiteta Ana Higino, o projeto foi inspirado numa mulher executiva e bem sucedida. “Diante deste fato, criamos um espaço que remeta à “Casa da Avó”, recheado por lembranças, plantas, árvores frutíferas, coleções e fotografias. Nele, trabalhar, morar e lazer se encontram num espaço que gera acolhimento’, explica.

Foto: Gleyson Ramos

A conceito “Casa da Avó” está presente nas memórias, coleções, obras de arte, na escolha das plantas, e do banho de bica que tanto remetem à infância, buscando um ambiente moderno e aconchegante. Entre o rústico e o moderno, detalhes chamam a atenção de quem visita o espaço, na mostra.

No espaço mais rústico, a poltrona Jangada, do designer Jean Gillon, se destaca pela combinação de madeira, estofado na cor areia e uma rede nas laterais. Ladeada por um jardim com Jaboticabeiras, a planta é a grande vedete do ambiente, que faz referência às frutas que levavam a criançada a apreciar o doce da jaboticaba, tudo remetendo às lembranças da ‘casa da avó’.

No lado mais moderno, as poltronas June, de Jader Almeida, dão um ar de sofisticação junto às artes contemporâneas, criando personalidade ao espaço. Já os espelhos foram colocados estrategicamente na parede para proporcionar amplitude ao espaço, além de refletir o verde do jardim para dentro do espaço.

“O conceito de arquitetura está acompanhando a mudança de gosto dos consumidores, após a pandemia. A procura pelo simples e aconchegante, com um toque de modernidade, ganharam espaço pela preferência de um ambiente versátil. Morar e trabalhar no mesmo lugar é uma tendência que não acaba mais”, conclui a arquiteta Ana Moura, acrescentando que a Casa Cor PE 2021 deixou claro toda essa transição na arquitetura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here