Esportes individuais ao ar livre em Pernambuco, serão liberados nos parques, praças, praias e orlas, a partir da segunda-feira(6)

0

As atividades devem seguir um protocolo geral de esportes

A partir da próxima segunda-feira (6), esportes individuais ao ar livre estão liberados nos parques, praças, praias e orlas (fluvial e marítima).

As atividades devem seguir um protocolo geral de esportes, criado em parceria com a Secretaria de Saúde de Pernambuco (SES-PE) e representantes do setor.

É preciso observar, de acordo com cada modalidade, o possível distanciamento social, a higienização frequente e a aferição de temperatura. A liberação não inclui os esportes de luta.

DISTANCIAMENTO SOCIAL

1. Manter o distanciamento social de acordo com a especifi cidade de
cada modalidade esportiva, praticada em qualquer ambiente (clubes,
associações, intituições de ensino, academias, entre outros), entre os
atletas, paratletas, profi ssionais e praticantes em geral:

1.1. O distanciamento social específi co de cada modalidade es-
portiva deverá ser sugerido nos protocolos de cada federação,
a serem apresentados de acordo com as orientações dos órgãos
reguladores e validados pelas autoridades competentes;

1.2. Organizar a retomada das atividades por fases para treina-
mentos e competições seguindo as medidas protetivas para a
saúde dos envolvidos, a saber:

1.2.1. Fase preliminar – Onde os grupos ou equipes se pre-
pararão para receber os atletas, paratletas, profi ssionais e
praticantes de atividade física em geral, podendo haver o
treinamento remoto;

1.2.2. Fase treinamento individual ou em pequenos grupos –
Onde já se permite o treinamento presencial, mantendo
o distanciamento social;

1.2.3. Fase de treinamentos coletivos – Onde já se permite
o contato mais próximo de forma curta e rápida, porém,
mantendo-se o protocolo de distanciamento social fora da
atividade propriamente dita.

1.2.4. Fase de competições – Onde já se permite a realiza-
ção de eventos esportivos que deve obedecer à liberação
de presença de público de acordo com as orientações dos
órgãos competentes.

2. Realizar, sempre que possível, treinamentos em horários de menor
fluxo de pessoas, de modo a evitar aglomeração;

3. Organizar as equipes ou turmas em grupos para facilitar a interação
reduzida entre os participantes. A organização de pessoas em pequenos grupos ajudará a minimizar a possível interrupção das atividades, no caso de um participante apresentar os sintomas da COVID-19;

4. Evitar contatos muito próximos, como apertos de mãos, beijos e
abraços, inclusive em comemorações de gols, pontos, vitórias, entre
outros;

5. Estabelecer a retomada gradual das atividades de treinamento,
observando o risco de contágio.

HIGIENE

1. Apenas permitir a entrada nos espaços esportivos utilizando máscaras, retirando somente quando estiver em atividade ou treinamento.
Trocar a máscara sempre que estiver úmida, acondicionando em
embalagem própria;

2. Garantir que os participantes façam higienização frequente das
mãos com água e sabão ou higienizador à base de álcool a 70%, sempre ao entrar e sair dos espaços esportivos;

3. Garantir que os participantes façam higienização dos pés ou calçados através de solução apropriada, sempre ao entrar nos espaços
esportivos;

4. Disponibilizar, para uso dos participantes, local para lavagem frequente das mãos, provido de sabonete líquido e toalhas de papel
descartável ou disponibilizar álcool a 70%, em pontos estratégicos e
de fácil acesso;

5. Promover uma boa higiene respiratória (encorajar as pessoas cobrirem espirros, tosse usando o cotovelo) e o cuidado de evitar tocar a
boca, o nariz e o rosto com as mãos;

6. Realizar a limpeza e a desinfecção dos materiais e implementos
esportivos de uso compartilhado após cada manuseio;

7. Realizar a limpeza dos banheiros e vestiários a cada hora, dos pisos
ao fi m de cada sessão de atividade ou treinamento e das arquibancadas, ao menos duas vezes ao dia;

8. Não permitir que se beba diretamente das fontes de água. Usar
recipientes individuais ou copos reutilizáveis, não sendo permitido o
seu compartilhamento;

9. Evitar o compartilhamento de material de uso individual, como
garrafa, copo, alimento, toalha, entre outros, bem como materiais e
implementos esportivos;

10. Privilegiar e incentivar a ventilação natural nos espaços esportivos.
No caso de ambiente climatizado, verificar a higienização periódica dos
aparelhos e a adequação de suas manutenções preventivas e corretivas
de acordo com a legislação.

MONITORAMENTO

1. Aferir a temperatura, com termômetro do tipo eletrônico à distância,
antes do acesso aos espaços/equipamentos esportivos, orientando as
pessoas que apresentarem temperatura igual ou superior a 37,8º graus
a retornarem para suas casas e procurarem serviços médicos;

2. Sempre que possível, manter em atividade ou treinamento remoto
os atletas, paratletas, profi ssionais e praticantes em geral, enquadrados
nos grupos de risco;

3. Informar aos atletas, paratletas, profissionais e praticantes em geral
os sintomas da COVID-19. Em caso de apresentarem qualquer um dos
sintomas, deve-se recomendar que não compareçam ao local de prática;

4. Instituir mecanismo e procedimentos para que os atletas, paratletas, profissionais e praticantes em geral possam reportar se estiverem
com sintomas de gripe ou similares ao da COVID-19 ou, se teve contato com pessoa diagnosticada com COVID-19, permanecer afastado por
um periodo de até 14 dias ou a critério médico;

5. Esclarecer para todos os atletas, paratletas, profissionais e praticantes em geral os protocolos a serem seguidos em caso de suspeita ou
confirmação de COVID-19;

6. Caso haja confirmação de atletas, paratletas, profissionais e praticantes em geral, com suspeita ou diagnosticado com COVID-19, deve ser realizada a busca ativa das pessoas que tiveram contato com o individuo inicialmente contaminado e comunicá-los para que adotem as medidas necessárias;

7. Manter nos espaços esportivos materiais explicativos de boas
práticas de prevenção e higiene em locais de maior circulação e visibilidade;

8. Enviar, de forma online, informativos com a orientação sobre a
COVID-19 assim como boas práticas de prevenção e higiene;

9. Orientar os atletas, paratletas, profissionais e praticantes em geral
quanto às ações de higiene necessárias quando da utilização do
transporte público

Você pode conferir também o protocolo geral de esportes, pelo site: https://bit.ly/2AqzXOT.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here