Governadora Raquel Lyra entrega plano de ação com guia prático, para a transição sustentável em Pernambuco

0
Foto: Hesíodo Góes/Secom

O lançamento do plano foi feito pela governadora Raquel Lyra, durante evento na área central do Recife

O Governo de Pernambuco entregou à sociedade, nesta segunda-feira (1º), o Plano de Ação e Modelo de Governança, documento com as propostas práticas para que o Estado faça a transição para uma economia sustentável e regenerativa. O lançamento do plano foi feito pela governadora Raquel Lyra, durante evento na área central do Recife. O guia faz parte do Plano Pernambucano de Mudança Econômico-Ecológica (PerMeie), política pública lançada na COP-28, em Dubai, pela gestora.

“Nós lançamos hoje o plano operacional em cima do PerMeie, e esse planejamento está dividido em cinco eixos, que vão desde um trabalho com a economia da biodiversidade da Caatinga até a questão da necessidade do planejamento e desenvolvimento urbano de maneira sustentável. É um guia para que possamos colocar em prática o que Pernambuco espera de nós, permitindo que o nosso Estado possa crescer de maneira sustentável, no modelo que é ambientalmente adequado”, registrou a governadora Raquel Lyra.

O documento, inédito, é um passo a passo para que a sociedade pernambucana possa desenvolver suas políticas públicas e executá-las a partir da concepção de uma economia sustentável de matriz regenerativa e inclusiva. É uma proposta estratégica de ações e iniciativas, de curto e médio prazos, que devem ser priorizadas para um novo modelo de desenvolvimento sustentável.

“O que nós temos conversando muito é que esse plano dá as bases para a construção da nova política de atração de investimentos para Pernambuco. Queremos que nossas políticas públicas transformem nosso Estado, para que ele se torne referência em justiça econômica, social, climática e ambiental, ao mesmo tempo em que se compromete com a regeneração dos seus biomas Caatinga e Mata Atlântica”, destacou a secretária de Meio Ambiente, Sustentabilidade e Fernando de Noronha, Ana Luiza Ferreira.

O plano detalha, por exemplo, propostas norteadoras para a materialização da transição sustentável e oportunidades econômicas e financeiras factíveis, como os projetos em energia renovável e bioeconomia; agricultura sustentável e regenerativa; e as soluções baseadas na natureza.

O Plano de Ação foi desenvolvido pela equipe da Consultoria Econômica e Planejamento (Ceplan), que tem à frente a economista e socióloga pernambucana Tânia Bacelar. “Agradeço a confiança do governo na Ceplan. O plano norteia as ações para deixar de tratar a natureza como algo que é para explorar”, registrou Tânia, no evento.

Entre as práticas previstas estão desde soluções de baixo carbono e de proteção a unidades de conservação; passando por estratégias para incentivar o hidrogênio verde e energia solar; o fortalecimento da economia circular, entre outras ações.

Estiveram presentes na solenidade os secretários estaduais Fabrício Marques (Planejamento, Gestão e Desenvolvimento Regional), Guilherme Cavalcanti (Desenvolvimento Econômico), Fernando Holanda (Assessoria Especial e Relações Internacionais) e Daniel Leite (interino de Turismo e Lazer); os diretores-presidentes da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), José Anchieta; da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (Adepe), André Teixeira Filho; do Complexo Industrial Portuário de Suape, Marcio Guiot; e da Companhia Pernambucana de Gás (Copergás), Felipe Valença.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here