Governo de Pernambuco participa de encontro em Poção, para fortalecimento dos conselhos tutelares

0
Foto: Prefeitura de Poção

Evento faz alusão aos sete anos da morte de três conselheiros tutelares durante o exercício de sua função

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ), está participando do 7º Encontro Estadual de Mobilização e Fortalecimento dos Conselhos Tutelares de Pernambuco. O evento, que começou na sexta-feira (4), segue até este domingo (6), dia que marca os sete anos do assassinato dos conselheiros tutelares José Daniel Farias, Lindenberg Vasconcelos e Carmen Lúcia da Silva durante o exercício de sua função no município de Poção, no Agreste.

“Todos nós sabemos a importância das ações voltadas às crianças e aos adolescentes, mas falar do trabalho dos conselheiros tutelares é algo que toca particularmente a toda a sociedade, porque são eles que estão na ponta, recebendo casos delicados e que exigem tanta sensibilidade e presteza. Fortalecer a atuação dos conselheiros tutelares, com muita capacitação e acompanhamento, é garantir o efetivo trabalho deles e a proteção das nossas crianças”, afirmou o secretário executivo de Políticas para Criança e Juventude de Pernambuco, Eduardo Vasconcelos, que participou da mesa de abertura do evento.

Uma das estratégias de fortalecimento da atuação desses profissionais é o incentivo ao uso do Sistema de Informação para Infância e Adolescência – Conselho Tutelar (Sipia-CT), que contém dados nacionais, estaduais e municipais. A SDSCJ, por meio da Secretaria Executiva de Políticas para Criança e Juventude (SEPCJ) e da Coordenação Estadual do Sipia-CT, tem atuado, junto aos municípios, para capacitar profissionais dos conselhos tutelares sobre a relevância da correta utilização do sistema.

“O Sipia-CT é uma ferramenta importante como forma de enfrentamento às violações de direitos, assim como construção de diagnósticos que possibilitam a formulação e implementação de políticas públicas voltadas à área da infância e adolescência”, explica a coordenadora estadual do Sipia-CT, Renata Marinho, que proferiu uma das palestras do evento.

O encontro estadual foi promovido por meio de uma parceria entre a Prefeitura de Poção, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdica), a Escola de Conselhos de Pernambuco, o Conselho Estadual dos Direitos da Criança e Adolescente (Cedca) e o Governo de Pernambuco. Além de ter a presença de representantes dessas instituições, o evento também contou com a participação de familiares dos conselheiros tutelares vitimados pela chacina em Poção em 2015.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here