Sindicato prevê demissão de 30 mil frentistas em Pernambuco, caso emenda à MP 1.063 seja aprovada no Congresso

0

“Um total de 700 mil trabalhadores em todo país, podem ficar desempregados. É uma tragédia anunciada para quase um milhão de famílias brasileiras, para a economia e para a sociedade”, alerta o presidente do Sinpospetro-PE, Severino Pessoa.

Proposta do deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP), que apresenta emenda à Medida Provisória 1.063 – que trata entre outros assuntos da extinção da função do Trabalhador Frentista nos postos de combustíveis. “Em um país com milhões de desempregados e uma informalidade gigantesca, a ação é mais uma tentativa de opressão à classe trabalhadora. Em Pernambuco 30 mil trabalhadores e trabalhadoras frentistas poderão perder seus empregos, sendo um total de 700 mil trabalhadores que podem ficar desempregados em todo o país. Uma tragédia anunciada para quase um milhão de famílias brasileiras, para a economia e para a sociedade”, alerta o presidente do Sinpospetro-PE, Severino Pessoa.

O trabalhador da Empresa Norte Braz, Wellington Cunha, que é chefe de pista e está no mercado há mais de 20 anos, vê a medida como um retrocesso e prejudicial para o próprio consumidor. “O cliente não sabe como usar os produtos, nem como se deslocar e nem as medidas de segurança que precisam ser tomadas e isto traz com certeza mais risco de acidentes sem saber manusear as bombas. Fora o desemprego”, pontuou o trabalhador.

A proposta ainda não tem data   para ser votada. O SINPOSPETRO-PE segue mobilizando a categoria e sensibilizando a sociedade e a classe política pernambucana a fim de evitar um agravamento da nossa crise econômica, no qual a classe trabalhadora será ainda mais penalizada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here