IPOJUCA: Presidente da Câmara, Deoclécio Lira, crítica indústria da multa no município

0

Parlamentar afirmou que os profissionais da Autarquia de Trânsito e Transportes do Ipojuca, estão atuando muitas vezes sem critério, multando de forma exagerada os motoristas que circulam na cidade

O presidente da Câmara de Ipojuca, Deoclécio Lira (PSD), criticou na última quinta-feira (16) durante a sétima reunião ordinária do terceiro período legislativo, o excesso de multas aplicadas pelos agentes de trânsito do município.

No seu pronunciamento o parlamentar afirmou que os profissionais da Autarquia de Trânsito e Transportes da cidade estão atuando, muitas vezes sem critério, multando de forma exagerada os motoristas que circulam na cidade.

“Os profissionais de trânsito precisam trabalhar dentro da legalidade, evidente, mas não se pode perder o bom senso, pois muitos dos que estão recebendo infrações exageradas são pais de família e trabalhadores de nossa cidade que dependem de seus veículos para levar o sustento para casa”, afirmou Deoclécio, que também destacou ter recebido relatos de perseguição.

“Recebi informações de que está havendo perseguição, inclusive, atuação da Guarda de Trânsito nas rodovias estaduais, Muitas vezes os agentes se mostram intolerantes, sem orientar e já vão dando a canetada”, ressaltou.

PARLAMENTARES ENDOSSARAM DISCURSO

Outros vereadores de Ipojuca também endossaram o discurso de Deoclécio. Entre eles, o vereador Paulo Nascimento (PP), que em 2017 afirmou que a Guarda Municipal aplicou uma média de duas mil multas por mês.

Um convite para o presidente da AMTTRANS, Marcos Paiva, será feito, para que ele possa em audiência com os vereadores de Ipojuca apontar soluções com a finalidade de proporcionar uma maior educação no trânsito e consequentemente reduzir o índice de multas aplicadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here