Medidas de saúde do Grupo Dislub são reconhecidas pelos funcionários na pandemia do Covid-19

0
Humberto Carrilho, sócio-diretor do Grupo Dislub.

A empresa recebeu média de 92 (em uma escala de 0 a 100) em avaliação que analisa as práticas de saúde e segurança adotadas pelas empresas nessa pandemia de Covid-19.

O Grupo Dislub Equador, que está entre as dez maiores distribuidoras de combustíveis do Brasil, teve o reconhecimento dos funcionários em pesquisa aplicada pelo Great Place to Work (GPTW). A empresa recebeu média de 92 (em uma escala de 0 a 100) em avaliação que analisa as práticas de saúde e segurança adotadas pelas empresas nessa pandemia de Covid-19.

Na pesquisa, os funcionários avaliaram os impactos do coronavírus no dia a dia e nos negócios, e se as medidas tomadas pelo Grupo foram satisfatórias. As perguntas também se referiam à disponibilidade dos gestores para ouvir as preocupações das equipes. “Essa avaliação foi produzida pelo GPTW especificamente para esse momento. Ficamos muito felizes com o resultado e de saber que os funcionários acreditam e apoiam as medidas. Cerca de 90% do nosso quadro opinou”, explica Humberto Carrilho, sócio-diretor do Grupo Dislub.

Entre as medidas adotadas pelo Grupo para diminuir os impactos da pandemia estão a produção de cartilhas explicativas com o objetivo de divulgar informações de qualidade, a adoção do home-office para parte dos funcionários, cancelamento da maioria das viagens, reforço na limpeza das mesas, aparelhos eletrônicos, desativação de catracas, medição diária da temperatura de todos que entram nas bases operacionais, além do compartilhamento de vídeos com práticas de ginástica laboral e com dicas para proteger a saúde mental.

Sobre o Grupo Dislub

As distribuidoras Dislub Energia e a Equador Energia abrangem uma cadeia de mais de 400 postos revendedores em cerca de 150 cidades nas regiões Nordeste e Norte. O Grupo, que tem reconhecimento do Great Place To Work por nove anos consecutivos, conta ainda com a Petro Energia Industrial, empresa especializada na importação de combustíveis Coque Verde de Petróleo (CVP); Arla Brasil, responsável pela produção de um agente líquido que reduz a emissão de gases nocivos ao meio ambiente; TFB – Terminais Fluviais do Brasil, que opera desde 2013 sendo o maior terminal fluvial privado de combustíveis do País; e ABI – Administradora de Bens de Infraestrutura, responsável pela gestão e construção dos terminais do Grupo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here