OAB Pernambuco lança campanha “Na luta pela dignidade íntima”

0

A iniciativa busca a arrecadação de absorventes femininos a serem doados a entidades sociais que atendam mulheres de baixa renda, mulheres vítimas de violência doméstica e mulheres em situação de encarceramento

A OAB Pernambuco, com o objetivo de unir forças em prol da sociedade e buscando se solidarizar na luta contra a “pobreza menstrual”, termo que se refere à discriminação sofrida por adolescentes e mulheres que padecem com a falta de recursos para compra de absorventes e produtos de higiene, lança, nesta quinta-feira (7), a campanha “Na luta pela dignidade íntima”. A iniciativa busca a arrecadação de absorventes femininos a serem doados a entidades sociais que atendam mulheres de baixa renda, mulheres vítimas de violência doméstica e mulheres em situação de encarceramento, para enfrentar um problema que não é só social, mas também de saúde pública.

“A pobreza menstrual hoje vem causando um transtorno enorme do ponto de vista emocional. Ela traz insegurança e coloca em xeque a igualdade de oportunidades a que têm direito. Essa campanha vem para reforçar o compromisso da OAB Pernambuco com as pautas relacionadas às mulheres. É preciso que tenhamos esta coragem de falar de um assunto tão delicado, mas ao mesmo tempo tão importante, para que ele deixe de ser tabu e passe a ser tratado como um problema de saúde pública”, explica a vice-presidente Ingrid Zanella.

Para o presidente da seccional pernambucana, Bruno Baptista, a ação tem como ponto principal despertar a consciência social. “O grande objetivo dessa ação é poder despertar nas pessoas um pensamento de coletividade, é saber que enquanto sociedade civil, também devemos nos organizar em torno de algumas pautas, independente da atuação do poder público. Vamos unir esforços para que esta campanha possa chegar a um grande número de mulheres”, destacou o presidente.

COMO AJUDAR – As doações podem ser feitas a partir desta sexta-feira (8) com pontos de arrecadação na sede da seccional pernambucana, no Centro do Recife, e também nas 25 subseções distribuídas pelo interior do Estado, dentro do horário de funcionamento. O projeto seguirá até o dia 30 de outubro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here