Obras de Silvaney: Manifestação de emoção, é o artigo de Oscar D’Ambrosio

0
Silvaney, com suas cores quentes, tonalidades intensas, gestos largos e predomínio das linhas curvas, nos introduz em uma realidade pictórica que não perde o mundo concreto de vista, mas que o apresenta para nós de maneira renovada.

Manifestação de emoção

Oscar D’Ambrosio

A arte pode ser uma manifestação visual de emoções. É o que ocorre com as obras de Silvaney. Seu trabalho traz discussões importantes sobre como a cor apresenta ampla potencialidade de ser uma maneira de obter uma comunicação direta com o observador.

As tonalidades mais quentes têm essa característica de dialogar com intensidade com o público. Outro ponto importante está na gestualidade do traço. Surge dessa maneira um discurso pictórico que constitui uma poética em relação a que é praticamente impossível ficar desconectado. As obras trazem uma carga que possibilita esse diálogo entre quem realiza a pintura e quem a aprecia.

Esse encontro não é simples – e está permeado por infinitas variáveis. Encontrar o equilíbrio entre o que se deseja dizer, o que se diz e o que as pessoas desejam ver é um processo que envolve no mínimo três variáveis: a construção de um projeto artístico para o trabalho, o aprimoramento técnico do fazer e o amadurecimento do pensar sobre o que é realizado.

Silvaney, com suas cores quentes, tonalidades intensas, gestos largos e predomínio das linhas curvas nos introduz em uma realidade pictórica que não perde o mundo concreto de vista, mas que o apresenta para nós de maneira renovada. Dessa maneira, a arte realiza o que tem de melhor: possibilita que vejamos a realidade conhecida de maneira distinta e questionadora.

Oscar D’Ambrosio é jornalista pela USP, mestre em Artes Visuais pela Unesp, graduado em Letras (Português e Inglês) e doutor em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e Gerente de Comunicação e Marketing da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Coordena o projeto @arteemtempodecoronavirus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here