Prefeitura do Recife inicia conjunto de obras de infraestrutura no Ipsep, com investimentos de R$ 36 milhões

0
Foto: Rodolfo Loepert/PCR

Bairro terá melhorias na mobilidade urbana, iluminação pública e nas redes de drenagem e água, com ciclofaixa, binário, faixa exclusiva de ônibus, pavimentação, novas calçadas e plantio de 400 árvores. Novo binário vai ser uma conexão entre Avenida Recife e Avenida Mascarenhas de Morais

O prefeito do Recife, João Campos, anunciou na noite desta terça-feira (26) um grande projeto de requalificação urbana e melhorias da mobilidade em diversas vias do bairro do Ipsep, na Zona Sul. As intervenções incluem a implantação de binário, corredor exclusivo de ônibus, ciclofaixa, requalificação dos passeios, arborização, melhorias nas redes de drenagem e abastecimento de água, bem como o embutimento da rede de telecomunicações. O novo binário vai ser uma conexão entre Avenida Recife e Avenida Mascarenhas de Morais. O valor investido será de R$ 36,3 milhões, com recursos de financiamento da Caixa/FGTS e contrapartida municipal de 25%, e o prazo de conclusão da obra é de 20 meses.

“Hoje é um dia de comemoração, alegria e transformação. A gente sabe que esse é um projeto que estava na URB há algum tempo. Esse é um sonho antigo, que a gente está tendo a oportunidade de transformar agora. Eu diria que um dos principais desafios que a gente tem na cidade é a questão da drenagem urbana e a mobilidade. Aqui é uma das áreas que apresenta o maior desafio de drenagem urbana sistêmica da cidade. Essa é a primeira obra desse grande pacote de infraestrutura; e acontece aqui no Ipsep. Essa é a primeira grande ação de muitas que virão. Então, a gente conseguiu pegar o projeto, atualizar e poder trazer algo que olha para diversas frentes”, anunciou o prefeito João Campos.

“Com essa ação, a gente vai inaugurar um novo ciclo de embutimento de fiação na cidade, começando aqui pelo Ipsep. Aqui a gente vai poder fazer a priorização do transporte público, incrementando a ligação de dois importantes corredores, a Avenida Mascarenhas de Morais e a Avenida Recife. Esses corredores estão entre os principais corredores de transporte da cidade. Essa obra também vai beneficiar não só quem mora aqui, mas toda a cidade. Exemplo de como a gente consegue numa obra ter um impacto local, mas ajudar todo o Recife”, acrescentou o gestor.

No novo complexo viário cinco vias serão contempladas no total: as avenidas Jean Emile Favre e Raimundo Diniz e as ruas Rio Maranhão, Pampulha e Itacari. As intervenções vão melhorar a mobilidade urbana, priorizando o transporte público com a implantação de corredor exclusivo de ônibus. A mobilidade ativa e a acessibilidade serão incentivadas com a implantação de ciclofaixa e requalificação dos passeios públicos. A infraestrutura da região mudará de patamar, ganhando nova rede de drenagem para reduzir os alagamentos e melhorias na rede de abastecimento de água. E o embutimento da rede de telecomunicações vai diminuir a poluição visual.

Para o “síndico” da Vila da Sudene, Marcelo José dos Santos, 48 anos, a obra será excelente para a área.”É gratificante ter o prefeito hoje olhando para o Ipsep. Aqui não tinha ninguém que olhasse por nós”, comemorou. Assim como ele, a secretária Adriana Garcia, 42 anos, vê na obra uma ação que trará mais segurança e mobilidade para o bairro. “Vai ser muito bom porque as ruas aqui são apertadas. Criando espaços, será mais fácil para pegar ônibus e carros circularem melhor. Isso vai ajudar até no comércio”, pontua.

Com extensão de 3,5 km, o Binário da Jean Emile Favre fará a ligação entre duas importantes vias arteriais principais: as Avenidas Recife e Marechal Mascarenhas de Moraes, nos bairros da Imbiribeira e do Ipsep. No sentido Ipsep, o binário terá início na Rua Itacari (continuação da Avenida General MacArthur) e seguirá pela Jean Emile Favre até a Avenida Recife. Em direção à Imbiribeira, o binário começa na Avenida Raimundo Diniz e irá pelas ruas Rio Maranhão e Pampulha, até a Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes. Os dois pontilhões sobre o canal da Mauricéia serão alargados e a Rua Rio Maranhão será pavimentada.

MOBILIDADE – A malha cicloviária da cidade será ampliada com uma nova ciclofaixa, que se ligará com as ciclofaixas Paris e Dom Hélder Câmara, já existentes, somando-se aos 84,6 km já conectados entre as zonas Sul e Oeste. A região receberá tratamento para o transporte público, com uma faixa exclusiva de ônibus. As vias que constituem o binário receberão melhorias de urbanização e paisagismo, com plantio de 400 árvores, além da requalificação dos passeios em concreto e piso intertravado com implantação de acessibilidade (piso tátil direcional e de alerta, além de faixas de pedestres e travessias em nível).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here