Unit-PE inaugura nova sede com serviços à população e orientação a empresas

0
Nova sede da Unit-PE está localizada na Imbiribeira, ao lado do Geradão

O Centro Universitário Tiradentes focará no tripé inovação, protagonismo do aluno e interação com a cidade. Empreendimento está localizado na Avenida Mascarenhas de Moraes, ao lado do Geraldão

Uma universidade com portas abertas à cidade. Esse é o conceito do Centro Universitário Tiradentes (Unit-PE) – integrante do Grupo Tiradentes – que inaugura no dia 30 de março sua nova sede, no bairro da Imbiribeira. Com mais serviços gratuitos disponíveis à população e nova experiência acadêmica, o local foi escolhido estrategicamente – está localizado na Aveenida Mascarenhas de Moraes, um importante corredor do Recife que liga a zona oeste da capital pernambucana à cidade de Jaboatão dos Guararapes e abrigará laboratórios, espaço para desenvolvimento da cultura maker e coworking para ex-alunos e parceiros.

 “Além de preparar e encaminhar novos profissionais ao mercado, também vamos continuar colaborando com a cidade. Vamos orientar empresas locais, desenvolver o empreendedorismo, ampliar as atividades de extensão nas comunidades e oferecer ao Recife atendimento jurídico e serviços em diversas áreas”, adiantou Vanessa Piasson, reitora de Unit-PE.

 A gestora informou que, para isso, foram firmadas diversas parcerias para apoiar a formação dos novos alunos e permitir a disponibilidade de serviços à comunidade. Entre elas, o Procon, Porto Digital, Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes, Defensoria Pública do Estado de Pernambuco e o Tribunal de Justiça de Pernambuco. Na Unit-PE, será possível o público agendar atendimentos para ter acesso a serviços nas áreas nas áreas da Odontologia, Nutrição, Enfermagem, Fisioterapia, Estética e Cosmética, Tecnologia da Informação, Direito, empreendedorismo e novos negócios.

Conceitos

A nova sede irá reunir todos os cursos disponibilizados anteriormente nas unidades Caxangá e Nossa Senhora do Carmo, centralizando e unindo em um só espaço, equipe e alunos. Ao todo serão oferecidos nove cursos de graduação – nas áreas humanas e sociais, exatas, biológicas e da saúde – e 11 em pós-graduação.  Inovação, protagonismo do aluno e interação com a cidade é o tripé que norteará a nova experiência acadêmica.

 Segundo Vanessa Piasson, que também é mestre em Administração e especialista em Gestão de Negócios, todo o projeto foi pensado, tanto em estrutura como em conceitos, para oferecer novas oportunidades de integração, modernidade e facilidade para estudantes, professores e colaboradores.

 “Queremos que nossos futuros profissionais estejam em sintonia com a atualidade do mercado e as novas necessidades da sociedade”, adiantou Vanessa. Ela acrescentou que o foco é tornar o aluno o protagonista de sua formação, tendo o papel fundamental do professor como tutor para guiar o novo profissional na construção da carreira e a relação com a realidade.

Estrutura

Instalado ao lado do Geraldão, o empreendimento gerou 150 empregos diretos na obra, que durou 06 meses. Ao todo, a nova unidade tem dois pavimentos e estacionamento para 210 veículos. Está próximo à estação de metrô e ao Terminal Integrado Tancredo Neves e de paradas de ônibus, para facilitar o acesso de alunos, colaboradores e do público.

 São 40 salas, 11 laboratórios e 1 clínica integrada de saúde com seis especialidades para atendimento à população e a realização de aulas práticas para os futuros profissionais. A estrutura envolve ainda biblioteca com mais de 30 mil exemplares dos quatro mil títulos, entre físicos e virtuais e espaço para exposições. Há também auditório para congressos e palestras, com capacidade para 280 pessoas.

Vice-Presidente de Relações Institucionais do Grupo Tiradentes, Saumíneo Nascimento, e Reitora de Unit-PE, Vanessa Piasson, apresentaram novo campus à imprensa

Aulas híbridas e no exterior

Com o corpo docente focado no mercado de trabalho e práticas supervisionadas, os alunos encontrarão experiência, compartilhamento de sonhos, projetos e realizações. Pensamentos de impacto, motivação e incentivo serão os novos guias para a imersão completa na vida acadêmica.

 As aulas ocorrerão no modo híbrido. Além de presencial, também será possível ter acesso ao conteúdo de maneira virtual, com a implantação de novas plataformas e atividades, levando ao maior conforto e independência. “Os alunos poderão ainda ter aulas on-line de disciplinas complementares em instituições parceiras de ensino superior de outros países e ter uma nova experiência, além de aprender uma nova língua”, acrescentou Vanessa. Para ela, mais do que teoria, a prática é atividade essencial no preparo para a vida profissional.

Mão na massa

Para os estudantes dos cursos de saúde, será disponibilizado o Centro de Formação em Saúde – onde serão proporcionadas práticas estudantis e profissionais das respectivas áreas – e a clínica-escola integrada, com a presença de pacientes reais e ações de aprendizagem individuais e com equipe diversa.

 Já os alunos da tecnologia, contarão com o Centro de Formação em T.I, com a inclusão do curso de graduação de Ciências da Computação e ensinos e laboratórios diversificados. Os acadêmicos de Direito continuarão com o apoio do Núcleo de Práticas Jurídicas onde são trazidos casos reais relevantes para o curso.

Outro suporte é o Centro de Sucesso do Estudante, que abrangerá e unirá três diferentes setores: o Núcleo de Carreiras – que direciona ao mercado de trabalho – a Copex -responsável pelos projetos de extensão – e as Relações Internacionais – que coordena as atividades de mobilidade acadêmica. Haverá ainda mentoria e gestão de carreiras.

 Os alunos também contarão com o Centro de Presença e Acompanhamento Acadêmico, onde será feito o suporte e a programação da coordenação com os professores. Será um setor especializado no controle de todos os universitários, levando em consideração particularidades, demandas e detalhes.

Resolvendo problemas da cidade

Tem ainda a Unit faz o 360°, uma área exclusiva da extensão para viabilizar as futuras carreiras de cada aluno, aliando estudos com a resolução de problemas reais da cidade e vizinhança. As práticas serão ligadas a diversas instituições e órgãos da cidade, como a Prefeitura do Recife. É um espaço totalmente coworking, com auditórios e salas, visando à participação de colaboradores, ONG’s e empresas.

 Já o Centro de Informação e Apropriação Cultural será um espaço aberto ao público: contará com café, apresentações artísticas, contação de histórias, artesanato e biblioteca, além de salas de estudo e de aula: a arte em união com o centro universitário.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here