Alunos do SENAI Petrolina superam dificuldades e aprovam ensino online em tempos de pandemia

0

Devidamente incorporados aos recursos da tecnologia via internet, os estudantes dos cursos técnicos de Administração, Alimentos, Eletromecânica, Eletrotécnica, Manutenção Automotiva, Refrigeração e Climatização, afirmam que o modelo garante uma aprendizagem inovadora e dinâmica.

Em aulas remotas desde o último dia 18 de maio devido a pandemia da Covid-19, os alunos do SENAI Petrolina estão superando as dificuldades iniciais e já aprovam a modalidade de Educação Online.

Devidamente incorporados aos recursos da tecnologia via internet, os estudantes dos cursos técnicos de Administração, Alimentos, Eletromecânica, Eletrotécnica, Manutenção Automotiva, Refrigeração e Climatização, afirmam que o modelo garante uma aprendizagem inovadora e dinâmica.

O aluno do curso técnico em Mecânica Automotiva, Francinaldo Maniçoba, por exemplo, se adaptou bem à modalidade logo à primeira vista. “Estamos gostando bastante das aulas remotas por que elas trazem sempre conteúdos elaborados por especialistas que facilitam o aprendizado com recursos multimídia bastante criativos”, ressaltou.

Proprietário de uma oficina especializada em ar condicionado e arrefecimento de veículos leves e pesados, Maniçoba contratou dois colegas do curso do SENAI, João Bento e William Gabriel. Eles quase sempre assistem às aulas em casa, mas deram um “jeitinho” visando aqueles dias onde o trabalho avança para além das 18h.

“Montamos um telão aqui mesmo na empresa (seguindo rígido protocolo de segurança) e acompanhamos na sala de aula virtual os chats, fóruns e as outras atividades interativas”, destacou João Bento, acrescentando ainda que tem gostado mais das aulas teóricas online do que na forma presencial.

Professores

Ensinando pela primeira vez neste formato, a professora do curso de Eletrotécnica Carla Mangabeira afirma que está muito empolgada com a experiência. Reconhecendo que os primeiros dias foram cheios de dúvidas e tentativas ansiosas, Carla diz estar bem mais tranquila agora com os resultados do ensino virtual e que a única queixa hoje é com relação ao sinal da internet, limitado para alguns alunos.

“Tanto nós professores como os alunos recebemos um treinamento para atuar na plataforma. Sinto que estamos mais à vontade com a modalidade e que os alunos fazem bem mais perguntas e participam dos chats. A aprendizagem se desenvolve de forma autônoma”, enfatizou, lembrando que vai aplicar uma atividade avaliativa na próxima quarta-feira (10). “As questões serão colocadas na plataforma e os alunos terão duas horas para concluir o exercício”, pontuou.

Para o gestor regional do SENAI, Flávio Guimarães, a primeira preocupação foi com a continuidade dos cursos técnicos, evitando assim prejuízos para os estudantes. “Procuramos auxiliar os educadores na adaptação de métodos e reformulação de planos de aulas, visando possibilitar aos estudantes o aprendizado de novas ideias e o desenvolvimento do raciocínio em plataformas digitais”, concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here