HC vai realizar cirurgias e ações educativas ao longo deste mês, para celebrar o “Outubro Rosa”

0

As ações começam no dia 13, com a Semana de Reconstrução Mamária, que vai até o dia 17

O Hospital das Clínicas da UFPE fará cirurgias de reconstrução mamária e ações educativas ao longo deste mês para celebrar o Outubro Rosa, campanha mundial de conscientização para a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de mama. O HC é unidade vinculada à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh).

As ações começam no dia 13, com a Semana de Reconstrução Mamária, que vai até o dia 17. A equipe do Serviço de Cirurgia Plástica do HC vai operar cinco mulheres que são tratadas pelo HC e aguardam pelo procedimento. “Já realizamos essa ação há seis anos operando mulheres que estão à espera da cirurgia, que é muito importante, pois, ao mesmo tempo em que integra o tratamento contra o câncer de mama também, ajuda na retomada da qualidade de vida e na melhora da autoestima”, explica o chefe do Serviço de Cirurgia Plástica do HC, Rafael Anlicoara.

Nos dias 14 e 15, acontecem ações educativas na Portaria 4 e em diversos outros locais do HC, com distribuição de material informativo, exibição de vídeos, distribuição de laços cor-de-rosa, além de uma campanha de arrecadação de lenços e produtos de higiene e de beleza a serem doados às pacientes. “O Outubro Rosa busca conscientizar sobre a importância da prevenção por meio da adoção de hábitos saudáveis e da detecção precoce por meio de exame clínico das mamas e mamografia, desmistificando preconceitos e reforçando a importância dessa ação que permite maior possibilidade de cura”, explica a enfermeira do Sost, Luana Pinheiro.

Essas atividades são organizadas e promovidas por profissionais de diversos setores do hospital-escola, como a Oncologia (Ambulatório e Enfermaria), Serviço de Saúde Ocupacional e Segurança do Trabalho (Sost), Enfermagem, Psicologia, Terapia Ocupacional, Nutrição, Serviço Social e Comissão de Humanização. “No HC, nossa campanha também possui a finalidade de olhar e empoderar as mulheres já diagnosticadas com câncer de mama, estimulando a manutenção do autocuidado independentemente do seu momento de vida e condição de saúde”, ressalta a terapeuta ocupacional Jamylle Brito.

Todas as ações vão obedecer às regras de biossegurança para evitar a disseminação do novo coronavírus, como o distanciamento social (para evitar aglomerações), o uso de máscara e a higienização das mãos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here