Volta às aulas: Oftalmologista alerta sobre a importância de estar com a saúde ocular em dia

0
Médica Sandra Galvão. (Foto Gleyson Ramos)

De acordo com Dra. Sandra Galvão, oftalmologista do Oftalmax Hospital de Olhos, empresa do Grupo Opty, a avaliação oftalmológica dos jovens e crianças na volta às aulas é muito importante. A má qualidade visual traz prejuízos na alfabetização e no aprendizado, comprometendo assim, o desempenho escolar.

A pandemia causada pelo coronavírus  trouxe impactos negativos, várias consequências e alterações na rotina de todos. Entre essas mudanças está o distanciamento social, sendo assim, estudantes e escolas tiveram – e ainda estão tendo – que se adaptar a novas formas de ensino, com aulas à distância por videochamada, presenciais ou híbridas, alternando os formatos. O que não muda é a importância do check-up oftalmológico, especialmente nesta volta às aulas, diferente dos anos anteriores. Muitas vezes, o desinteresse pelas aulas e a dificuldade de aprendizado estão associadas à dificuldade de enxergar. E após um longo período em casa, constantemente em frente às telas para estudar, socializar com os amigos e brincar, como aconteceu nos últimos meses, os oftalmologistas recomendam uma consulta para checar como anda a visão dos jovens e crianças.

“Na volta às aulas é muito importante que os pais façam a avaliação oftalmológica das crianças. A má qualidade visual traz prejuízos na alfabetização e no aprendizado, comprometendo assim o desempenho escolar. Para crianças de até 2 anos, a revisão deve ser a cada 6 meses e acima dessa idade, mesmo estando tudo bem, é preciso ficar atento para que a revisão seja realizada anualmente” alertou a oftalmologista do Oftalmax Hospital de Olhos, empresa do Grupo Opty, Dra. Sandra Galvão.

O Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO) estima que até 10% dos brasileiros de 7 a 10 anos precisam usar óculos. De acordo com o Ministério da Saúde, 30% das crianças em idade escolar no Brasil apresentam problemas de visão, que, quando não diagnosticados, afetam o aprendizado e podem até ser causa de evasão escolar. Esses dados demonstram a necessidade do check-up oftalmológico antes da volta às aulas. Confira, abaixo, algumas orientações da oftalmologista Sandra Galvão, do Grupo Opty.

A consulta oftalmológica é uma medida preventiva importante, mas alguns sintomas podem indicar a presença de alterações na visão. Quais são eles?

Dra. Sandra Galvão: A consulta oftalmológica periódica ajuda a prevenir patologias oculares que podem passar sem a percepção dos pais ou professores. É preciso que os pais fiquem sempre atentos aos sintomas que são variáveis e podem indicar alguma doença. Observar e consultar o oftalmologista no caso de queixas como cefaleias, pruridos, dificuldade para enxergar para longe ou perto, lacrimejamento hipersensibilidade à luz, desvio dos olhos (estrabismo), ptose (queda da pálpebra) e irritação ocular, pois esses são alguns dos principais sintomas.

Quais são os malefícios para as crianças que podem ser ocasionados pela exposição às telas de forma intensa?

Dra. Sandra Galvão: A exposição às telas de computadores, celulares e tablets por crianças e adolescentes pode afetar o sono, concentração, aprendizado, sistema hormonal (com risco de obesidade), alterações do humor (com risco de depressão e ansiedade), lesões sobre o sistema osteoarticular, perda da audição, alterações da visão e até influências sobre a formação moral. Os pais devem ficar atentos ao conteúdo das informações como também ao tempo de uso das telas em geral.

O atraso no desenvolvimento da fala e da linguagem é frequente em bebês que são expostos às telas por períodos prolongados, ocasionando também transtornos no sono, alterações visuais importantes, perda auditiva, alterações psicológicas graves, além do tecnoestresse (problema causado por estímulos tecnológicos onde a pessoa acaba reagindo de maneira estressada ou irritada, devido às dificuldades de adaptações que devem acontecer para aceitar tais tecnologias).

Estudos apontam aumento de miopia em crianças que passam muito tempo em frente às telas. Com base nos atendimentos no consultório é possível dizer que a pandemia pode ter agravado essa condição?

Dra. Sandra Galvão:  A miopia tem crescido muito nos achados de consultório. O uso excessivo de computadores, celulares e smartphones, tem sido relacionado a este aumento da refração. Os olhos acabam não sendo devidamente exercitados para focar em objetos distantes após muito tempo de uso das telas, e com o tempo eles começam a perder essa habilidade.

Sobre o Opty

O Grupo Opty nasceu em abril de 2016, a partir da união de médicos oftalmologistas apoiados pelo Pátria Investimentos, que deu origem a um negócio pioneiro no setor oftalmológico do Brasil. O grupo aplica um novo modelo de gestão associativa que permite ampliar o poder de negociação, o ganho em escala e o acesso às tecnologias de alto custo, preservando a prática da oftalmologia humanizada e oferecendo tratamentos e serviços de última geração em diferentes regiões do País. No formato, o médico mantém sua participação nas decisões estratégicas, mantendo o foco no exercício da medicina.

Atualmente, o Grupo Opty é o maior grupo de oftalmologia da América Latina, agregando 21 empresas oftalmológicas, 1600 colaboradores e mais de 600 médicos oftalmologistas. O Instituto de Olhos Freitas (BA), o DayHORC (BA), o Instituto de Olhos Villas (BA), a Oftalmoclin (BA), o Hospital Oftalmológico de Brasília (DF), o Hospital de Olhos INOB (DF), o Hospital de Olhos do Gama (DF), o Centro Oftalmológico Dr. Vis (DF), o Hospital de Olhos Santa Luzia (AL), o Hospital de Olhos Sadalla Amin Ghanem (SC), o Centro Oftalmológico Jaraguá do Sul (SC), a Clínica Visão (SC), o HCLOE (SP), a Visclin Oftalmologia (SP), o Eye Center (RJ), Clínica de Olhos Downtown (RJ) e COSC (RJ), Lúmmen Oftalmologia (RJ), Hospital de Olhos do Meier (RJ), Hospital Oftalmológico da Barra (RJ) e o Oftalmax Hospital de Olhos (PE) fazem parte dos associados, resultando em 44 unidades de atendimento. Visite www.opty.com.br.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here