Escola de Petrolina dá início à programa de segurança e primeiros socorros

0

Programa teve inicio neste sábado(15), no Plenus Colégio e Curso

Quais são as finalidades dos primeiros socorros? como proceder? Que atribuições devem ter um socorrista? Essas são algumas das perguntas mais comuns quando precisamos fazer um atendimento temporário e imediato de uma pessoa que se fere ou que adoece repentinamente. E se o acidente for em um ambiente escolar, no qual a curiosidade natural das crianças expõe-nas a situações de risco nem sempre perceptíveis para seus responsáveis? Foi pensando num atendimento adequado a essas questões que o Plenus Colégio e Curso começou, na manhã deste sábado (15) em Petrolina – PE, o ‘Programa de Treinamento em Segurança e Primeiros Socorros’.

No primeiro momento, a diretora Pedagógica da escola, Sílvia Santos, falou aos professores e colaboradores do plano de treinamento que inclui palestras educativas, ações e estratégias de ensino-aprendizagem com atividades realizadas até o final do mês de março. “Tendo como referência o Manual de Primeiros Socorros da Check Medicina Ocupacional e em obediência à Lei Federal 16.802 de 27 de julho de 2018, o nosso treinamento básico começou com uma resposta extremamente positiva e proativa de todos os participantes”, ressaltou.

Na sequência, o técnico em segurança do trabalho da escola, Moises Nunes, deu orientações de como lidar com incêndios apresentando as formas adequadas de prevenção e combate. E completando a programação do primeiro dia, o coordenador de Enfermagem do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência -SAMU de Petrolina, Israel de Oliveira Neto, mostrou as situações de risco mais comuns, enumerando os cuidados que os socorristas devem ter até a chegada dos técnicos em emergência médica.

“Engasgos, desmaios, convulsões e lesões a exemplo de queimaduras. Cada uma dessas situações tem a forma adequada de tratamento. A pessoa deve avaliar a situação e realizar os procedimentos iniciais, manter o controle emocional e agir com calma e lógica, chamando em seguida o serviço médico”, concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here